Justiça descontrolada: cadeirante idoso é preso por dívida de 2007

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Então você vibra quando a Justiça prende pessoas sem provas e decreta penas de prisão perpétua por crimes administrativos apenas porque são de um grupo político do qual você não gosta? Pois este relato talvez faça você pensar melhor… Antes, porém, vou dar um exemplo de arbitrariedades judiciárias-policiais que envolve figuras eminentes e que estão na base dos abusos que o Judiciário está cometendo contra a sociedade como um todo. A parte pensante da sociedade se espantou com a postura do Ministério Público de divulgar, na última sexta-feira, que os recibos de aluguel apresentados pelo ex-presidente Lula são “ideologicamente falsos”. O que diabo quer dizer isso? Foram falsificados? A assinatura não é do dono do imóvel? Não é possível, pois a própria defesa de Lula vinha requerendo que os recibos fossem periciados, já que a mídia começou a levantar suspeitas. O fato: o MPF e o juiz Sergio Moro achavam que Lula não encontraria os recibos e cobraram. Quando apareceram, o jeito foi arrumar uma desculpa para justificar uma condenação mesmo havendo prova de que o ex-presidente pagava aluguel pelo imóvel que dizem que recebeu como propina. Pessoas que não gostam de Lula, do PT, da esquerda vibram com essas arbitrariedades achando que não serão atingidas por elas. Porém, a Justiça brasileira está descontrolada. Quando mais esses setores abastados da sociedade vibram com seus abusos achando que não serão atingidos por eles, mais a Justiça vai perdendo os freios que a impediam de cometer tais desatinos. O relato que farei deste ponto em diante é assustador. Revela como o sistema de Justiça brasileiro – que engloba Ministério Público, polícias e o próprio Judiciário – é um hoje um perigo para a sociedade. Divino Geraldo da Silva tem 69 anos. Ele sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) há alguns anos e se tornou cadeirante por ter ficado com um lado do corpo paralisado. Usa fraldas geriátricas, toma medicação controlada para ataques epilépticos, enfim, é uma pessoa que deveria estar hospitalizada. Porém, ele está preso. Que crime esse homem cometeu? Quem relata o caso é seu filho, que também se chama Divino. Esse rapaz é filho do idoso preso. Filho do primeiro casamento. Seu pai deixou sua mãe e se casou com outra mulher, com a qual teve outros filhos. Depois, separou-se também dela e em algum momento de 2007 ficou devendo alguns meses de pensão alimentícia. O tempo passou, os filhos dos dois casamentos cresceram, hoje são adultos, mas a ordem de prisão ficou rolando por aí. Na semana passada, o idoso foi com o filho ao Poupatempo em busca de uma segunda via de sua carteira de identidade e, lá, recebeu voz de prisão. O idoso de 69 anos é cadeirante, usa fraldas geriátricas, nem bem entende o que está lhe acontecendo. Dentro da cela não há quem o ajude. Por usar fraldas geriátricas e não estar trocando, vai incomodar outros presos e ninguém sabe o que poderão fazer com ele. O Blog da Cidadania pretende ajudar essas pessoas. Estamos tentando conseguir um advogado e pretendemos fazer uma campanha para arrecadar recursos para tirar esse homem da prisão. Porém, é quase de enlouquecer o que está acontecendo. Para que prender esse homem em um sistema prisional superlotado? Que risco esse homem oferece à sociedade? Por que prendê-lo por uma infração cometida UMA DÉCADA atrás? Gravamos uma entrevista com o filho do senhor Divino, que você vai assistir no vídeo abaixo. Voltaremos ao assunto.  

Trackback from your site.

Leave a comment