Revelados segredos do sistema Peresvet, a arma laser russa que desafia a física
21 de junho de 2020
Assessores de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio negociam delação premiada
23 de junho de 2020

A Catedral da Guerra russa

Imagens virais da “Catedral da Guerra” de Putin como “Um vislumbre de uma civilização alienígena”

Print

No momento em que monumentos no ocidente, de estátuas de Thomas Jefferson a George Washington, de Winston Churchill a generais confederados como Robert E. Lee e vários memoriais de guerra estão sendo demolidos, um novo memorial de tamanho sem precedentes surgiu na Rússia na ocasião do país comemorando seu 75º aniversário ‘Dia da Vitória’, que comemora a rendição da Alemanha nazista em 1945.


Estátua do príncipe Alexander Nevsky em frente à maciça nova catedral militar – modelo anterior da estrutura agora concluída via hram.mil.ru e BBC.

Um enorme desfile tradicional do Dia da Vitória da Praça Vermelha está marcado para 24 de junho, adiado de sua data original de 9 de maio devido à pandemia de coronavírus. Para ajudar a marcar a ocasião, a Rússia abriu oficialmente uma imponente catedral de temática militar.

Archaeofuturism in Russia. Mesmerising video, almost like a glimpse of an alien civilisation. pic.twitter.com/QsYDBK6e1m

— Aris Roussinos (@arisroussinos) June 15, 2020

A Igreja Ortodoxa Russa e as forças armadas apresentaram a recém-construída “Catedral das Forças Armadas”, a cerca de quarenta quilômetros de Moscou no início desta semana. Também é formalmente chamada Catedral da Ressurreição de Cristo e agora é considerada uma das igrejas mais altas da Rússia.

Apresenta especificamente símbolos que comemoram a luta soviética contra os invasores nazistas, que segundo estimativas estimam que resultou em 26 milhões de soldados e cidadãos russos no total.

Um jornalista descreveu que o design e a estética da nova catedral são “como um vislumbre de uma civilização alienígena”.

Catedral iluminada à noite no complexo do parque Patriot fora de Moscou, via RT.

A cerimônia de consagração formal desta mais nova e alta igreja ortodoxa russa ocorreu no dia 14 de junho sob o patriarca Kirill de Moscou, acompanhada pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu.

Dentro da catedral para a ‘liturgia da consagração’ ortodoxa supervisionada pelo Patriarca da Igreja Ortodoxa Russa:

Um enorme desfile tradicional do Dia da Vitória da Praça Vermelha está marcado para 24 de junho, adiado de sua data original de 9 de maio devido à pandemia de coronavírus. Para ajudar a marcar a ocasião, a Rússia abriu oficialmente uma imponente catedral de temática militar.

Sob alguns ângulos, a nova catedral realmente parece algo que funde a arquitetura futurista ou a inspiração aparentemente Sci-Fi com um toque antigo e medieval, como as cúpulas tradicionais de ouro russas e os elementos bizantinos.

Relatórios anteriores no Ocidente o compararam a edifícios e castelos vistos em ‘Game of Thrones’.

O jornalista Aris Roussinos descreveu de maneira colorida as muitas maneiras como se destaca como um memorial ousado da derrota russa da Segunda Guerra Mundial sobre a Alemanha nazista na frente oriental, como segue:

A própria catedral é rebitada como uma arma de guerra. Revestidas de bronze e ferro, suas torres voam para o céu como uma série de mísseis balísticos. No interior, um imenso mosaico do rosto severo e que tudo vê de Cristo aparece em um interior sombrio com a tonalidade verdejante de um canhão gasto pelo tempo. Mosaicos brilhantes retratam a Virgem Santa e os santos marciais vigiando os defensores da Segunda Guerra Mundial em Moscou, e soldados russos em uniformes modernos orgulhosamente carregando seus Kalashnikovs como mártires modernos.

Com degraus de aço que levam à catedral projetados com tanques nazistas derretidos, suas cúpulas douradas cercadas por um vasto museu da história militar da Rússia, contendo relíquias como o uniforme pessoal de Hitler, é um templo da glória marcial que vai muito além do cristianismo, o equivalente arquitetônico de um estepe khan bebendo vinho do crânio de um inimigo conquistado.

Roussinos apontou ainda como é improvável que algo assim seja erguido no Ocidente “progressista”, que está cada vez mais em guerra com seu próprio passado:

Enquanto os líderes russos veneram publicamente ícones de Deus e do estado, a elite americana está perdida em uma orgia de iconoclastia, rejeitando sua fundação européia como um pecado original, derrubando estátuas e apagando sua própria história em um surto de auto-mutilação civilizacional adotado rapidamente em nossa próprias margens. É difícil imaginar qual seria o monumento equivalente no mundo ocidental. Os brilhantes arranha-céus das altas finanças (de propriedade dos fundos de investimento do Golfo) que refletem o horizonte de Londres ainda estarão de pé em um século? É difícil até ter certeza de que o Reino Unido, a União Europeia ou os Estados Unidos os superarão.

O patriarca Kirill havia anunciado na ocasião de sua consagração: “Hoje, como povo unificado, nesta catedral militar, lembramos os feitos de nossos soldados e oramos por nossa pátria, para que o Senhor proteja nosso país de externo e interno. inimigos “, de acordo com a Euro News.

O chefe de igreja russo elogiou ainda as forças armadas do país por defenderem o povo “dos inimigos externos e internos” e também expressou gratidão a Vladimir Putin e ao chefe do exército Sergei Shoigu por apoiar o projeto da catedral.

A mídia internacional disse que era “controversa” e é, em última análise, um “símbolo da nova ideologia de estado de Putin” – como a Al Jazeera colocou.

Previsivelmente, a maioria dos comentaristas convencionais nos EUA e no Reino Unido ficou horrorizada com o que eles consideram os objetivos “expansionistas” de Putin incorporados nos símbolos dominantes e imponentes da igreja e do estado.

https://www.zerohedge.com

Fonte: https://undhorizontenews2.blogspot.com/

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + sete =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.