Partidários e opositores de Cristina Kirchner realizam manifestações sobre pedido de prisão para a vice-presidente
23 de agosto de 2022
Conselho de Segurança da Rússia: EUA poderão declarar calote por sua dívida externa
23 de agosto de 2022

Acordo Mercosul–UE ‘não é válido’ e deve ser renegociado, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante ato em Pernambuco (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 22.08.2022

© RICARDO STUCKERT

O acordo comercial entre a União Europeia (UE) e o Mercosul “não é válido” e deve ser renegociado, pois não respeita os interesses do Brasil, afirmou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), atual candidato ao Planalto.

“[O acordo] não é válido, porque nem foi finalizado. Não respeita o que eu quero para o Brasil. […] a negociação tem que ser algo em que todos ganham. Não pode um ganhar e o outro não, não queremos abrir mão do nosso interesse em reindustrializar”, disse Lula nesta segunda-feira (22), em entrevista coletiva com correspondentes estrangeiros em São Paulo.

Lula afirmou que “não é preciso ter pressa” para negociar e chegar a um novo acordo, advertindo que as bases do que é importante para a Europa devem ser ajustadas se levando em conta o que é importante para os países da América do Sul.

Segundo ele, a reindustrialização do país será uma de suas prioridades caso seja eleito em outubro. O ex-presidente lembrou que, em 40 anos, o setor industrial caiu de 30% do produto interno bruto (PIB) para apenas 11%.

Citando a Argentina, Lula aponta que tanto o Brasil como outros países têm o direito de cuidar de sua indústria, em “uma relação mais civilizada, onde todos podem ganhar”.

Ministros das Relações Exteriores de países da América do Sul participam da 60ª Cúpula do Mercosul no Paraguai, em Luque, em 20 de julho de 2022 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 18.08.2022

Panorama internacional

Eleições, soja francesa e Rússia: os interesses da UE em negociações por acordo com Mercosul

18 de agosto, 16:18

O petista se mostrou confiante de que o cenário para uma possível renegociação será positivo, já que a Europa vive uma época de incertezas. Segundo ele, a América do Sul pode representar “um sopro de calma e possibilidades” para os países europeus.

O acordo entre a União Europeia e o Mercosul foi assinado em junho de 2019, duas décadas após o início das negociações, mas não entrou em vigor, pois exige a ratificação de todos os países-membros da UE.

Pelos termos acordados, os sul-americanos teriam mais facilidade para exportar produtos agrícolas para a Europa, que, em contrapartida, seria beneficiada com a comercialização de manufaturados aos países do Mercosul. Se estabelecida, a relação econômica pode prejudicar as indústrias locais, especialmente de Brasil e Argentina, os Estados mais industrializados do bloco.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante cerimônia com movimentos sociais - Sputnik Brasil, 1920, 20.08.2022

Panorama internacional

Quais os grupos econômicos interessados na retomada das relações entre Brasil e Venezuela?

20 de agosto, 09:02

Fonte: https://sputniknewsbrasil.com.br/20220822/acordo-mercosul-ue-nao-e-valido-e-deve-ser-renegociado-diz-lula-24334811.html

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − doze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.