Rússia vence a corrida contra o coronavírus e realizará a vacinação em massa de sua população já em outubro
1 de agosto de 2020
Por que os brasileiros deveriam ter medo do gabinete do ódio
4 de agosto de 2020

China e o contra -ataque nuclear

China pode lançar contra-ataques nucleares em minutos: ex-oficial militar

 

Esta foto tirada em 1 de outubro de 2019 mostra os mísseis balísticos lançados por submarinos JL-2 da China em exibição durante um desfile militar em Pequim, comemorando o 70º aniversário da fundação da República Popular da China comunista.

PEQUIM (Kyodo) – A China comunista pode detectar mísseis nucleares lançados de um inimigo e contra-atacar violentamente usando armas nucleares em questão de minutos antes de aterrissarem no país, de acordo com um documento escrito por um ex-oficial militar chinês.

Suas declarações indicaram que a China pode ter completado um sistema de alerta antecipado de ataques com mísseis enquanto reforça seus programas nucleares, que podem ameaçar os Estados Unidos em termos de segurança, disseram especialistas em assuntos externos.

O desenvolvimento do sistema requer tecnologias avançadas de defesa antimísseis que integram satélites artificiais para detectar lançamentos de mísseis com radares marítimos, disseram eles.

Aparentemente, a China aumentou sua capacidade de defesa antimísseis nos últimos anos, à medida que a liderança do presidente Xi Jinping intensificou os esforços para garantir o status militar de “classe mundial” do país em meados do século XXI.

O documento foi escrito por Yang Chengjun, especialista chinês em mísseis nucleares, que trabalhava há muito tempo para a Força de Foguetes do Exército de Libertação Popular, que possui uma unidade de mísseis nucleares.

No artigo, Yang também enfatizou que a capacidade nuclear da China se tornou amplamente comparável à dos Estados Unidos e da Rússia.

Até o momento, a China prometeu seguir a política de “não primeiro uso de armas nucleares” sob nenhuma circunstância.

O princípio básico de sua estratégia nuclear é que o país contra-atacaria com as armas nucleares restantes sem ser destruído depois de ser atingido pelas armas nucleares do inimigo.

https://mainichi.jp

Fonte: https://undhorizontenews2.blogspot.com/

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 2 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.