Pequim diz estar pronta para defender interesses russos e chineses
19 de novembro de 2020
China acusa EUA de ‘criarem caos’ na Ásia para não perderem hegemonia na região
24 de novembro de 2020

China pode ofuscar EUA como maior refinaria do mundo

Refinaria de petróleo na China

© AFP 2020 / Johannes Eisele

Ásia e Oceania

09:15 23.11.2020URL curta

4311

Nos siga no

A crise da COVID-19 acelerou uma mudança sísmica na indústria mundial de refino. Enquanto os EUA estão fechando suas refinarias, a China lança novos projetos para processar o petróleo.

No início de novembro, a Royal Dutch Shell PLC fechou sua refinaria Convent, que era grande e capaz de refinar uma ampla gama de petróleo cru.

No entanto, Shell, a terceira maior empresa petrolífera do mundo, queria reduzir radicalmente a capacidade de refinação, porém não encontrou nenhum comprador.

Enquanto isso, a China colocou em funcionamento uma nova unidade da Rongsheng Petrochemical em Zhejiang, no nordeste da China. Este é apenas um de ao menos quatro projetos no país com um total de 1,2 milhão de barris diários de capacidade de processamento de petróleo, ressalta a agência Bloomberg.

Corporação Nacional de Petróleo da China

© AP Photo / Andy Wong

Corporação Nacional de Petróleo da China

A Bloomberg também ressalta que na China e no resto da Ásia as economias estão se recuperando rapidamente da pandemia, enquanto as refinarias dos EUA e da Europa lidam com uma crise mais profunda.

De acordo com a Agência Internacional de Energia, a China pode ofuscar e ultrapassar os EUA no próximo ano.

“A China vai refinar mais um milhão de barris por dia ou mais nos próximos anos. E no ano que vem, provavelmente superará os EUA”, afirmou Steve Sawyer, diretor de refinação da consultora industrial Facts Global Energy.

A capacidade de refinação da China quase triplicou desde os anos 2000 e é estimado que a capacidade de processamento de petróleo no país aumente de 17,5 milhões diários para 20 milhões até 2025, segundo o Instituto de Investigação de Economia e Tecnologia da Corporação Nacional de Petróleo da China.

As refinarias chinesas estão se tornando em uma potência crescente nos mercados internacionais da gasolina, diesel e outros combustíveis.

As capacidades adicionais da China estão superando o crescimento de sua demanda. Um excesso de oferta dos produtos petrolíferos no país pode chegar a 1,4 milhão de barris ao dia em 2025, segundo a Corporação Nacional de Petróleo da China.

O crescimento da demanda chinesa pode chegar ao ponto máximo em 2025 e diminuir quando o país começar sua grande transição para a neutralidade do carbono.

Fonte: https://br.sputniknews.com/asia_oceania/2020112316487258-china-pode-ofuscar-eua-como-maior-refinaria-do-mundo/

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.