As manobras recentes de Washington revelam que os EUA querem levar o conflito às últimas consequências.
13 de maio de 2022
Lavro diz que Rússia busca novas parcerias diante da "guerra híbrida total do Ocidente"
15 de maio de 2022

‘Cultura do cancelamento’: Ocidente corrói reputação com sanções contra ativos de países, diz Lavrov

16:50 14.05.2022

Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores russo, participa de reunião diplomática em Moscou, Rússia, foto publicada em 4 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.05.2022

© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia

Os países ocidentais erodiram completamente sua reputação com suas ações contra ativos de outros países, disse neste sábado (14) o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

“Os países ocidentais, por meio de suas ações predatórias contra ativos materiais estrangeiros, erodiram completamente sua reputação de parceiros previsíveis e negociáveis”, disse Lavrov durante a 30ª Assembleia do Conselho de Política Externa e de Defesa.

O chanceler indicou que, agora, ninguém está a salvo da expropriação e da “pirataria estatal”, e é por isso que tanto a Rússia quanto “muitos outros [países] estão reduzindo a dependência do dólar americano, das tecnologias e dos mercados ocidentais”.

Manifestante segura cartaz que diz Sancione a Rússia! durante ato ao lado do Consulado ucraniano em Toronto, Canadá, 22 de fevereiro de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2022

Notícias do Brasil

‘Russofobia insuportável’: como as sanções contra o Kremlin afetam as pessoas comuns no Brasil?

24 de março, 13:25

Neste contexto, o ministro assegurou que “uma desmonopolização coerente” da economia mundial não está num futuro distante.

Além disso, Lavrov afirmou que foi surpreendido por “uma onda russofóbica que ocorreu em todos os chamados países civilizados”.

“A cultura do cancelamento é aplicada contra tudo o que é russo e quaisquer ações hostis ao nosso país, incluindo roubo flagrante, são permitidas”, enfatizou.

Numerosos países condenaram a operação militar especial que a Rússia lançou em 24 de fevereiro para “desmilitarizar” e “desnazificar” a Ucrânia, e ativaram várias baterias de sanções individuais e setoriais que buscam infligir o maior dano possível à economia russa, na tentativa de pressionar para Moscou para acabar com ação.

Diamantes (imagem de referência) - Sputnik Brasil, 1920, 14.05.2022

Panorama internacional

Indústria global de diamantes está prestes a ser destruída por sanções antirrussas, diz mídia

14:55

Pela primeira vez, as restrições incluem a desconexão parcial da Rússia do sistema SWIFT, o congelamento de suas reservas internacionais, o embargo à importação de alguns agentes de energia, bem como o fechamento de espaço aéreo, portos e estradas para transportadoras russas.

De acordo com o banco de dados Castellum.AI, a Rússia é agora o país mais atingido pelas sanções, à frente do Irã, Síria, Coreia do Norte e Venezuela.

Desde meados de fevereiro, mais de 7.600 novas medidas restritivas foram ativadas em relação à Rússia, além das mais de 2.750 que já estavam em vigor.

Centenas de empresas anunciaram desde o final de fevereiro a decisão de suspender seus negócios com a Rússia e dentro do país.

Panorama da Estação Espacial Internacional sobre a Terra em 30 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.05.2022

Panorama internacional

NASA: sanções antirrussas estão criando ‘dificuldades administrativas’ na cooperação com a Rússia

Fonte: https://br.sputniknews.com/20220514/cultura-do-cancelamento-ocidente-corroi-reputacao-com-sancoes-contra-ativos-de-paises-diz-lavrov-22647667.html

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.