Alta dos preços dos alimentos bate recorde nos EUA após sanções contra Rússia, diz mídia
27 de abril de 2022
No Ocidente, eles acreditam que o bloqueio da Rússia a ajudará a vencer
27 de abril de 2022

Dez estados hostis à Rússia aceitam os requisitos de Putin em termos de rublos por gás

Dez países europeus que compram gás natural da Rússia já abriram contas com o Gazprombank da Rússia para pagar o fornecimento de energia em rublos russos, relata a Bloomberg.

Dez estados hostis à Rússia aceitam os requisitos de Putin em termos de rublos por gás

Como uma fonte próxima à Gazprom disse à Bloomberg que dez dos 21 países, que Moscou anteriormente listou como estados da Rússia, decidiram abrir contas correspondentes com o Gazprombank. Quatro compradores já fizeram seus pagamentos de acordo com as novas exigências da Rússia.

Em 26 de abril, a Gazprom decidiu cortar os embarques de gás natural para a Polônia e Bulgária depois que esses países se recusaram a pagar pelo gás natural russo em rublos.

Em 23 de março, Putin exigiu mudanças urgentes nos contratos de gás existentes com países “não amigáveis”. Ele ordenou a mudança dos pagamentos para rublos russos. De acordo com o decreto de 31 de março, os parceiros da Gazprom foram solicitados a abrir contas em moeda e rublo com o Gazprombank para que ele pudesse converter os pagamentos recebidos em euros ou dólares em rublos, antes que os fundos fossem transmitidos ao fornecedor.

A Áustria nega relatórios sobre o acordo de pagamento em rublo

O chanceler austríaco Karl Nehammer negou os relatórios que anunciavam o consentimento da Áustria para pagar o gás russo em rublos.

“É claro, a OMV continuará pagando pelo fornecimento de gás da Rússia em euros. A Áustria adere estritamente às sanções acordadas com a UE”, escreveu Karl Nehammer no Twitter.

Author`s name: Petr Ermilin

Ver mais em https://port.pravda.ru/news/mundo/54833-russia_gas_rubles/

Fonte: https://port.pravda.ru/news/mundo/54833-russia_gas_rubles/

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + sete =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.