Desmatamento incomoda e Bolsonaro volta a dar ‘patada’ na imprensa
19 de novembro de 2019
Haddad ironiza defesa de Moro por ‘neutralidade’ em investigação do caso Marielle: "logo quem"
21 de novembro de 2019

Emocionado, Lula conta como lutou para dominar o ódio dentro da prisão

“Todos nós temos um segredo. E quando você está preso e tem que dominar o seu ódio, pra mim tudo se resumia em dizer: o povo está mais fodido que eu”, disse Lula, chorando em seguida, durante reunião do Diretório Nacional do PT em São Paulo, onde foi lançado o livro Lula e a Espiritualidade, da Editora 247

21 de novembro de 2019, 15:59 h Atualizado em 21 de novembro de 2019, 16:06

247 – O ex-presidente Lula se emocionou nesta quinta-feira 21 ao discursar durante reunião do Diretório Nacional do PT em São Paulo, onde também aconteceu o Seminário das Mulheres do PT e o lançamento do livro Lula e a Espiritualidade, uma parceria da Editora 247 com a Editora Kotter.

“Todos nós temos um segredo. E quando você está preso e tem que dominar o seu ódio, pra mim tudo se resumia em dizer: o povo está mais fodido que eu”, disse Lula, chorando em seguida.

“Toda vez que eu ficava pensando que ia ter um desespero, eu lembrava que mesmo estando preso, eu vivia melhor que uns 70% do povo brasileiro. Eu comia, almoçava, jantava. Tomava um café de boa qualidade. O meu alívio era esse: eu estou melhor que o povo. O povo tá fodido e esse governo tá acabando com o povo. Eu tô numa cama apertada, mas é melhor do que a que o povo tá dormindo, como uma marmitinha melhor do que a que o povo tá comendo. E isso me alimentava. E eu acho que eu saí um homem melhor”, completou.

Ele discursou ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff, da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, o ex-prefeito Fernando Haddad, entre outras lideranças do partido. O jornalista Mauro Lopes, editor do 247, também participou da mesa.

O livro Lula e a Espiritualidade reúne uma antologia de artigos de líderes religiosos, como Frei Betto, Leonardo Boff, Monja Cohen, entre outros – alguns que chegaram a visitar Lula na prisão – sobre a relação do ex-presidente com a meditação, a oração e a militância. Leia mais sobre os lançamentos.

Fonte: https://www.brasil247.com/poder/emocionado-lula-conta-como-lutou-para-dominar-o-odio-dentro-da-prisao

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + oito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.