Presidente boliviano destaca importância da presença da Rússia na América Latina
11 de julho de 2019
EUA e Reino Unido preparam falsificações sobre círculo próximo de Putin, indica fonte
13 de julho de 2019

Irã e Rússia desprezam as ações dos EUA na agência nuclear da ONU

JacintoPereira.com

The meeting of the International Atomic Energy Agency was requested by the US after it was confirmed that Iran had exceeded the stockpile of enriched uranium permitted under the 2015 Joint Comprehensive Plan of Action

A reunião da Agência Internacional de Energia Atômica foi solicitada pelos EUA depois que foi confirmado que o Irã havia excedido o estoque de urânio enriquecido permitido sob o Plano de Ação Compreensivo de 2015 (AFP Photo / ALEX HALADA)

Mais

NOVA YORK (Reuters) – O Irã e a Rússia criticaram na quarta-feira o pedido da América para que Teerã cumpra os limites de um acordo nuclear de 2015 com as potências mundiais, em uma reunião especial da agência nuclear da ONU.

A reunião da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) foi solicitada pelos EUA depois que foi confirmado na semana passada que o Irã havia excedido o estoque de urânio enriquecido permitido sob o Plano de Ação Integral Conjunto de 2015 (JCPOA).

O embaixador dos EUA de organizações internacionais em Viena Jackie Wolcott disse na reunião que o Irã estava envolvido em “extorsão nuclear”.

O Irã disse que vai desconsiderar certos limites sob o JCPOA, desde que as partes restantes do acordo – em particular o Reino Unido, França e Alemanha – não façam mais para mitigar o impacto das sanções incapacitantes dos Estados Unidos que foram re-impostas após o Presidente. Donald Trump retirou-se do acordo em maio de 2018.

“Não há como ler isso como outra coisa senão uma tentativa grosseira e transparente de extorquir pagamentos da comunidade internacional”, disse Wolcott.

Seu colega iraniano, Kazem Gharib Abadi, disse que era uma “triste ironia que esta reunião seja convocada com o pedido dos Estados Unidos”.

Gharib Abadi disse que o atual impasse é o resultado do “comportamento ilegal” de Washington e condenou o que ele chamou de “tendência sádica” dos EUA de impor sanções ao Irã.

O embaixador da Rússia na AIEA, Mikhail Ulyanov, twittou após a reunião que os EUA “estavam praticamente isolados nesta questão”.

Ele disse aos diplomatas reunidos que era uma “estranheza” a reunião ter sido convocada pelos EUA, “o país que declarou o JCPOA como um ‘acordo terrível'”.

“Na prática, Washington está ciente da importância do Plano (JCPOA)”, disse ele.

Um funcionário da administração dos EUA insistiu que a posição iraniana e russa não refletia o sentimento da maioria entre os membros.

No entanto, o funcionário confirmou que os Estados Unidos haviam discutido com os restantes três partidos europeus do JCPOA se estariam dispostos a convocar a reunião da AIEA, antes de o fazerem eles próprios.

Em uma declaração conjunta à reunião, a Grã-Bretanha, a França e a Alemanha assumiram uma posição de nuances, refletindo seus contínuos esforços diplomáticos para salvar o JCPOA.

Eles disseram que “o nosso apoio contínuo (para o JCPOA) depende do Irã implementar integralmente seus compromissos”.

No entanto, a declaração acrescentou: “Acreditamos que as questões em questão devem ser abordadas pelos participantes no JCPOA, inclusive por meio de uma reunião da Comissão Conjunta a ser convocada com urgência”.

Após a violação do limite de estoques de urânio, na segunda-feira a AIEA também confirmou que o Irã violou o limite de enriquecimento de urânio, fixado em 3,67% no JCPOA.

Uma fonte diplomática disse na quarta-feira que a AIEA confirmou a afirmação do Irã no início desta semana de que está enriquecendo a 4,53%, bem abaixo do nível de 90% que os especialistas dizem ser necessário para equipar uma arma nuclear.

https://news.yahoo.com

https://news.yahoo.com

Fonte: https://undhorizontenews2.blogspot.com/


JacintoPereira.com
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.