Japão diz que água do mar de Fukushima tem radioatividade abaixo do limite

Japão passou a jogar no Oceano Pacifico a água da usina danificada, o que causou protestos em nações próximas, principalmente a China, que proibiu produtos vindos do Japão

Imprensa visita a usina de Fukushima após início de liberação de água radioativa no mar

Imprensa visita a usina de Fukushima após início de liberação de água radioativa no mar (Foto: Eugene Hoshiko/Pool via REUTERS)

TÓQUIO (Reuters) – Testes na água do mar realizados perto da usina nuclear de Fukushima, no Japão, não detectaram radioatividade, disse neste domingo o Ministério do Meio Ambiente, dias após as autoridades passarem a despejar no oceano a água usada para resfriar os reatores danificados.

Na quinta-feira, o Japão passou a jogar no Oceano Pacifico a água da usina danificada, o que causou protestos no país e em nações próximas, principalmente a China, que proibiu a entrada de produtos marinhos vindos do Japão.

O Japão e organizações científicas dizem que a água é segura após ser filtrada para remover os elementos mais radioativos, exceto o trítio, isótopo radioativo do hidrogênio.

Pelo fato de o trítio ser difícil de se separar da água, a água de Fukushima é diluída até que os níveis do elemento caiam para abaixo dos limites regulatórios.

Os testes de amostras feitos pelo ministério mostraram que 11 pontos próximos à usina tiveram concentração de trítio abaixo do limite de detecção, de 7 a 8 becquerels de trítio por litro, informou a pasta, acrescentando que isso “não terá impacto adverso na saúde humana e no meio ambiente”.

Fonte: https://www.brasil247.com/mundo/japao-diz-que-agua-do-mar-de-fukushima-tem-radioatividade-abaixo-do-limite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.