Gleisi: a placa do novo partido de Bolsonaro é a mensagem da morte
22 de novembro de 2019
MP abre nova investigação sobre “fantasmas” de Flávio Bolsonaro
22 de novembro de 2019

Justiça determina quebra de sigilos do ministro Ricardo Salles

Ministro do Meio Ambiente é alvo de uma investigação por enriquecimento ilícito no Ministério Público Estadual (MP-SP) desde junho. A Justiça paulista determinou sua quebra do sigilo fiscal e bancário

22 de novembro de 2019, 19:46 h


(Foto: Marcelo Camargo – ABR)

247 – A Justiça de São Paulo determinou a quebra do sigilo fiscal e bancário do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, alvo de uma investigação do Ministério Público de São Paulo por suspeita de enriquecimento ilícito desde junho.

A decisão é de segunda-feira 18 e vem da 10.ª Câmara de Direito Público. O MP-SP já havia solicitado os dados do ministro em duas ocasiões, mas os pedidos haviam sido negados pela Justiça, informa reportagem do Estado de S.Paulo.

A investigação apura como o patrimônio de Salles saltou de R$ 1,4 milhão para R$ 8,8 milhões entre 2012 e 2018. Neste período, ele alternou a atividade de advogado com cargos no governo paulista.

Quando foi candidato a vereador pelo PSDB, Salles declarou possuir R$ 1,4 milhão em bens, a maior parte em aplicações financeiras, 10% de um apartamento, um carro e uma moto. Em 2018, quando saiu a deputado federal pelo Novo, foram R$ 8,8 milhões, sendo dois apartamentos de R$ 3 milhões cada, R$ 2,3 milhões em aplicações e um barco de R$ 500 mil – alta de 335% em cinco anos, corrigindo o valor pela inflação, apontou reportagem de agosto do jornal.

Fonte: https://www.brasil247.com/poder/justica-determina-quebra-de-sigilos-do-ministro-ricardo-salles

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − oito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.