Think tank: EUA começam a perder influência na América Latina para China
24 de julho de 2020
Rússia celebra Dia da Marinha com desfiles envolvendo número recorde de 250 navios
26 de julho de 2020

‘Lula vê o pobre como a solução, não o problema’, diz Haddad

Ex-candidato à Presidência, Fernando Haddad (PT) elogiou os feitos do ex-presidente Lula no Nordeste e denunciou o oportunismo de Bolsonaro, que tenta faturar com projetos petistas

25 de julho de 2020, 10:54 h Atualizado em 25 de julho de 2020, 11:24

(Foto: Ricardo Stuckert)

247 – O ex-candidato à Presidência do PT Fernando Haddad escreveu, em sua coluna “Nordeste”, publicada na Folha de S. Paulo, na noite de sexta-feira, 24, que “Lula nunca fez segredo do seu projeto político. Via o pobre como parte da solução, não parte do problema”. “Lula optou por redefinir prioridades e, nas suas palavras, ‘pôr os pobres no Orçamento da União’”, ressaltou Haddad.

Segundo o petista, as mudanças feitas pelo ex-presidente na região gerou “uma mudança estrutural que nenhum especialista em desenvolvimento regional esperaria”, levando energia elétrica, estradas, creches e muito mais para vários municípios.

“As mais debatidas, contudo”, salientou, “ foram o Fundeb, o Bolsa Família e a transposição do rio São Francisco, ações das quais Bolsonaro tenta se apropriar”. Haddad denunciou o oportunismo de Jair Bolsonaro que sempre atacou o Bolsa Família, mas tenta faturar com o programa (que mudou de nome para Renda Brasil), “boicotou o quanto pôde” a PEC de prorrogação do Fundeb e comemorou a transposição do Rio São Francisco, obra dos petistas “que recebeu praticamente pronta”.

“O homem que estima o peso de negros em arrobas e chama os nordestinos de “paraíba” há de receber uma resposta à altura da sua visão agropecuária da nossa gente”, concluiu o professor Fernando Haddad.

Fonte: https://www.brasil247.com/brasil/lula-via-o-pobre-com-a-solucao-nao-o-problema-diz-haddad

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.