Mercado financeiro volta a reduzir projeção para inflação em 2023 e eleva estimativa para o PIB

Paulo Emilio

Projeção para o IPCA caiu pela terceira semana seguida, de 5,71% para 5,69%, e a estimativa para o crescimento PIB passou de 1,26% para 1,68%

(Foto: ABr)

Roberto de Lira, Infomoney As projeções de inflação para 2023 feitas pelos analistas de mercado voltaram a recuar nesta semana, enquanto a previsão para o crescimento do PIB subiu, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (5) pelo Relatório Focus do Banco Central.

PUBLICIDADE

Segundo o relatório do BC, a projeção para o IPCA de 2023 caiu pela terceira semana seguida, de 5,71% na pesquisa divulgada na semana passada para 5,69%. A estimativa para 2024 caiu de 4,13% para 4,12%. As projeções para 2025 e 2026 continuaram no mesmo patamar, de 4,0%.

Especificamente para os preços administrados, a projeção do IPCA para 2023 recuou de 9,44% para 9,41%. Há um mês, a projeção estava em 10,70%. A estimativa para 2024 subiu de 4,50% para 4,53% e as 2025 e 2026, continuaram em 4,0%.

Após a divulgação do PIB do primeiro trimestre na semana passada – cujo crescimento de 1,9% na comparação trimestral surpreendeu os analistas – a projeção para a expansão da economia em 2023 foi elevada, de 1,26% para 1,68%. Essa foi quarta revisão para cima do PIB de 2023 na pesquisa.

A estimativa para 2024 passou de 1,30% para 1,28%. As projeções de 2025 foram mantidas em 1,70% e as de 2026 subiram, de  1,80% para 1,90%.

Selic

A projeção da taxa de juros básica da economia brasileira (Selic) continua em 12,50% há sete semanas. A de 2024 foi mantida em 10,0% pela 16ª semana seguida e a de 2025 está em 9,0% há 16 semanas. A de 2026 foi mantida em 9,0%.

Câmbio

A estimativa para o dólar em 2023 caiu de R$ 5,11 para R$ 5,10. A projeção para 2024 recuou de R$ 5,17 para R$ 5,16, enquanto a de 2025 foi mantida em R$ 5,20. A previsão para 2026 continuou em R$ 5,25.

Resultado primário

A projeção para resultado primário em 2023 foi mantida no Boletim Focus desta semana em déficit de 1,10%, enquanto a de 2024 continuou em -0,70% do PIB. A projeção para 2025, por sua vez, piorou, passando de -0,21% do PIB para -0,34% PIB. A previsão de déficit em 2026 continuou em -0,20% do PIB.

Dívida líquida

Para a dívida líquida do setor público, a projeção para este ano caiu de 61,0% do PIB para 60,70%, enquanto a de 2024 recuou de 64,50% para 64,45% do PIB. Pra 2025, a estimativa caiu de 66,75% do PIB para 66,25%. A de 2026 recuou de 67,85% para 67,45% do PIB.

Fonte: https://www.brasil247.com/economia/mercado-financeiro-volta-a-reduzir-projecao-para-inflacao-em-2023-e-eleva-estimativa-para-o-pib

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + seis =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.