López Obrador critica ações da UE em Kiev e no caso Assange: age como subordinada ao poder econômico
25 de junho de 2022
Tropas russas tomam cidade ucraniana de Sievierodonetsk após um dos combates mais sangrentos da guerra
26 de junho de 2022

NYT: EUA e Europa não esperavam sofrer consequências tão desastrosas por sanções à Rússia

05:50 25.06.2022

Os preços da gasolina são vistos em um posto de combustível no noroeste de Washington, EUA - Sputnik Brasil, 1920, 25.06.2022

© AP Photo / Manuel Balce Ceneta

Os EUA e os países europeus não contavam com a pressão econômica que as sanções impostas à Rússia estão provocando nas suas próprias economias.

De acordo com o jornal New York Times, a suspensão ou redução gradual das importações de petróleo russo nos EUA e Europa originou uma forte alta dos preços dos recursos energéticos.

Além disso, estão vendo a Rússia elevar suas receitas com a venda de petróleo e gás, não obstante as sanções.

Extração de petróleo em Krasnodar, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 23.06.2022

Panorama internacional

Mesmo com pressão do Ocidente, Rússia exporta mais petróleo do que antes da operação, diz NYT

23 de junho, 17:03

A mídia norte-americana, citando Andrew Weiss, vice-presidente do Carnegie Endowment for International Peace, indica que as economias dos países ocidentais ficaram mais vulneráveis do que esperavam os seus governantes.

William Ruger, presidente do Instituto Americano de Pesquisa Econômica, afirmou que as sanções impostas pelo Ocidente acabaram sendo um “tiro no pé”.

Anteriormente, o presidente russo, Vladimir Putin, informou que as previsões sombrias para a economia russa não se tornaram realidade.

Fonte: https://br.sputniknews.com/20220625/nyt-eua-e-europa-nao-esperavam-sofrer-consequencias-tao-desastrosas-por-sancoes-a-russia-23280079.html

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 4 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.