UE esgotou estoques militares ao ajudar Ucrânia, diz chefe da diplomacia europeia
23 de maio de 2022
Estratégia do Indo-Pacífico dos EUA mina paz na região e falhará, diz China
23 de maio de 2022

Organização do Tratado da Segurança Coletiva tem ‘força suficiente’ para ameaça de expansão da OTAN

16:54 22.05.2022

Stanislav Zas (à esquerda), secretário-geral da Organização do Tratado da Segurança Coletiva (CTSO, na sigla em inglês), cumprimenta o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em 11 de março de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022

© AP Photo / Mikhail Klimentyev

A Organização do Tratado da Segurança Coletiva (CTSO, na sigla em inglês) tem capacidade suficiente para responder a qualquer ameaça potencial vinda da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), uma vez que esta continua a se expandir para o leste, disse no domingo (22) o secretário-geral do bloco.

“Temos forças e meios suficientes para reagir a potenciais ameaças que devem surgir nesta situação”, disse Stanislav Zas, de Belarus, ao canal Belarus 1, em um comentário sobre a expansão nórdica da OTAN.

O ministro das Relações Exteriores, Pekka Haavisto, durante jantar de trabalho informal do conselho da OTAN em Berlim, na Alemanha, em 14 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022

Panorama internacional

Ministro da Finlândia diz que nenhuma ameaça do grupo curdo PKK à Turquia virá do solo de seu país

Ontem, 16:05

Ele acrescentou que uma eventual expansão da CSTO “não estava na agenda no momento”.

A aliança militar dos Estados pós-soviéticos – Armênia, Belarus, Cazaquistão, Rússia e Tajiquistão – vê a adição da Finlândia e da Suécia à OTAN como uma fonte de tensão, alertou Zas.

“É claro que vemos essa expansão como um pré-requisito para a tensão e maior militarização na região. Não reforçará a segurança, inclusive nos países da OTAN”, afirmou ele.

O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, em coletiva de imprensa em Moscou. - Sputnik Brasil, 1920, 19.05.2022

Panorama internacional

Por que Turquia se opõe à entrada de Finlândia e Suécia na OTAN e o que Rússia tem a ver com isso?

19 de maio, 12:00

A Rússia iniciou uma operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de “desmilitarizar” e “desnazificar” a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.

A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.

Moscou afirmou em diversas ocasiões que não tem planos de ocupar o país.

Em resposta, os Estados Unidos e seus aliados impuseram sanções abrangentes à Rússia e forneceram ajuda bilionária em infraestrutura militar à Ucrânia.

Recep Tayyip Erdogan, presidente turco, durante discurso em Ancara, Turquia, 18 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022

Panorama internacional

Turquia insta Suécia a deixar de apoiar ‘organizações terroristas’

Fonte: https://br.sputniknews.com/20220522/organizacao-do-tratado-da-seguranca-coletiva-tem-forca-suficiente-para-ameaca-de-expansao-da-otan-22739479.html

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + nove =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.