Rússia foi forçada a criar armas hipersônicas após retirada dos EUA do Tratado de Mísseis, diz Putin
19 de setembro de 2020
Super-ricos se livrando dos dólares
19 de setembro de 2020

‘Os que brincam com fogo se queimarão’: China responde aos EUA iniciando manobras perto de Taiwan

Bombardeiro estratégico chinês H-6 (foto de arquivo)

© REUTERS /

Ásia e Oceania

09:41 19.09.2020(atualizado 10:16 19.09.2020) URL curta

9333

Nos siga no

O Exército de Libertação Popular (ELP) iniciou nesta sexta-feira (18) exercícios militares perto do estreito de Taiwan, o que coincide com a visita a Taipé de um alto funcionário dos EUA que suscitou fortes protestos por parte de Pequim.

ELP iniciou nesta sexta-feira (18) exercícios militares no mesmo dia em que o subsecretário de Estado para o Crescimento Econômico, Energia e Meio Ambiente dos EUA, Keith Krach, deverá se reunir com a presidente Tsai Ing-wen.

Durante uma coletiva de imprensa realizada na quinta-feira (17), Wang Wenbin, porta-voz da chancelaria chinesa, disse que “China opõe-se firmemente a qualquer forma de relações oficiais entre EUA e Taiwan” e que a chegada de Krach à ilha, que já é a segunda visita de um alto funcionário de Washington em dois meses, “viola gravemente o princípio de ‘uma só China'” e “mina as relações sino-americanas”.

Por sua vez, o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Ren Guoqiang, afirmou que os exercícios “são uma ação justificada e necessária para salvaguardar a soberania nacional e a integridade territorial”, avança portal China Daily.

“Taiwan é uma parte inseparável da China, e a questão de Taiwan é puramente um assunto interno da China. Não podemos permitir que potências estrangeiras interfiram”, disse Ren.

Sejam os EUA usando a ilha para pressionar a China ou os secessionistas de Taiwan convidando potências estrangeiras para beneficiar sua pauta, “estas ações são meras ilusões e estão condenadas ao fracasso”, declarou o porta-voz, acrescentando que “os que brincam com fogo se queimarão”.

As relações oficiais entre Pequim e Taipé foram suspensas em 1949, depois que as forças do partido nacionalista chinês Kuomintang, liderado por Chiang Kai-shek, sofreram uma derrota na guerra civil contra o Partido Comunista da China e se mudaram para Taiwan.

Fonte: https://br.sputniknews.com/asia_oceania/2020091916095575-os-que-brincam-com-fogo-se-queimarao-china-responde-aos-eua-iniciando-manobras-perto-de-taiwan/

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.