Centenas de pessoas se reúnem em Atlanta para manifestação "Parar Ódio contra Asiáticos"
24 de março de 2021
A nova geopolítica do Século XXI
24 de março de 2021

Rússia e China dão exemplo de como construir relações, diz Lavrov

O Conselheiro de Estado e Ministro das Relações Exteriores Wang Yi (à esquerda) e o Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, se reuniram com a imprensa após suas conversas em Moscou, Rússia, em 11 de setembro de 2020. [Foto/Xinhua]

A China é verdadeiramente uma parceira estratégica da Rússia e um país de pensamento semelhante, e seu diálogo de confiança e respeito mútuo deve servir de exemplo para outros países, disse o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov.

“As relações atuais entre a Rússia e a China são avaliadas por nossos líderes nacionais e cidadãos como as melhores de suas histórias. Esta é uma avaliação justa e bem merecida”, disse Lavrov aos meios de comunicação numa entrevista online antes de sua visita para a China na segunda e terça-feira.

“As relações Rússia-China são marcadas por ampla parceria e coordenação estratégica, que entraram numa nova era”, afirmou o principal diplomata russo.

Em sua opinião, em grande medida, as relações bilaterais atingiram um nível sem precedentes graças ao Tratado de Boa Vizinhança e Cooperação Amistosa China-Rússia, assinados em julho de 2001.

Como este ano marca o 20º aniversário da assinatura do tratado, Lavrov elogiou a cooperação “dinâmica” entre a Rússia e a China nas últimas duas décadas e chamou o pacto de um documento “histórico”, que lançou as bases políticas e jurídicas para um novo tipo de relação entre os dois países.

“O modelo de interação entre a Rússia e a China é absolutamente livre de qualquer constrangimento ideológico. É de natureza intrínseca, não está sujeito a nenhum fator oportunista nem contra nenhum terceiro país”, frisou.

Lavrov observou que a situação internacional está passando por profundas mudanças, com novos centros de influência econômica, financeira e política se fortalecendo.

“Entretanto, esses desenvolvimentos objetivos, que estão levando à formação de um mundo verdadeiramente multipolar e democrático, infelizmente estão sendo prejudicados pelos países ocidentais, especialmente os Estados Unidos”, refletiu ele, acrescentando que tentam manter a qualquer custo o domínio da economia e política globais e impõem sua vontade e exigências aos outros.

Em resposta, a Rússia e a China estão promovendo uma agenda construtiva e unificadora e esperam que o sistema de governança internacional seja justo e democrático, funcione tranquilamente e se baseie numa ampla interação entre os países e suas iniciativas de integração, avaliou Lavrov.

“A cooperação entre a Rússia e a China na arena internacional tem um efeito geral estabilizador sobre a situação global e regional”, ele observou, acrescentando que “o diálogo mútuo de confiança e respeito deve servir de exemplo para outros países”.

Lavrov destacou a tradição de realizar projetos conjuntos desde 2006, como as celebrações nacionais anuais, os intercâmbios amigáveis anuais para jovens, o ano do turismo, os anos linguísticos e outros projetos semelhantes.

Como resultado, a base da amizade Rússia-China foi significativamente fortalecida, enriquecendo as relações, disse ele.

Mais de 1.000 eventos foram planejados para o Ano da Inovação Científica e Tecnológica China-Rússia 2020-2021, acrescentou Lavrov.

Ele observou que uma série de eventos e conferências sobre o intercâmbio de experiências anti-coronavírus foram realizados no âmbito do Ano da Inovação Científica e Tecnológica.

“Mantivemos uma cooperação muito estreita desde os primeiros relatórios sobre os casos da Covid-19. Ambos os lados imediatamente forneceram assistência mútua: prestamos ajuda aos nossos amigos chineses e depois eles ajudaram os russos”, lembrou.

“Vou enfatizar uma vez mais que demos um exemplo para todos os países sobre como construir relações entre si”, disse Lavrov.

Fonte: http://portuguese.people.com.cn/n3/2021/0322/c309809-9831144.html

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.