Angola pode aderir ao sistema de pagamentos Mir da Rússia, diz embaixador angolano
29 de agosto de 2022
Fernández repudia na ONU o atentado contra Cristina e condena discursos de ódio
20 de setembro de 2022

Rússia e China estão motivadas a desenvolver OCX em resposta à pressão ocidental, diz analista


In an interview with China National Radio published Sunday, Professor Jin Canrong of the Institute of International Relations at Renmin University explained why Russia and China have a shared sense of historical memory regarding the Second World War, and why the partnership between the two countries is likely to be a lasting one. - Sputnik Brasil, 1920, 19.09.2022

© flickr.com / Mark Turner

Rússia e China estão motivadas a desenvolver a Organização de Cooperação de Xangai (OCX) como resposta à pressão do Ocidente, disse à Sputnik o vice-diretor do Centro de Estudos do Nordeste Asiático da Universidade de Jilin, Ba Dianjun, na segunda-feira (19), comentando a cúpula da OCX realizada em Samarcanda.

A cúpula da Organização de Cooperação de Xangai (OCX) foi realizada na cidade do Uzbequistão nos dias 15 e 16 de setembro. Como resultado da cúpula, 44 documentos foram assinados.

Em particular, o Irã assinou um memorando de compromisso com o OCX, abrindo caminho para que este país se torne membro da organização.

Também foi assinado um documento sobre o início do procedimento de admissão de Belarus à organização.” Em um momento em que a China e a Rússia estão simultaneamente sob pressão dos EUA, ambos os países estão motivados a desenvolver a OCX como resposta à pressão dos EUA e do Ocidente.

É claro que a principal direção de desenvolvimento da OCX não é a segurança militar, mas a segurança econômica, não é uma organização fechada e hostil, como as ocidentais, mas uma estrutura multilateral e inclusiva para o desenvolvimento da cooperação”, disse Ba Jun.

Segundo ele, a adesão do Irã à OCX mostra que a associação é mais inclusiva e democrática do que as organizações lideradas pelos americanos, “mas o Ocidente considera isso como a formação de um “triângulo de ferro” China-Rússia-Irã.

Construção da Central Nuclear de Akkuyu na Turquia - Sputnik Brasil, 1920, 19.09.2022

Panorama internacional

Turquia anuncia retomada da construção da 1ª usina nuclear do país

06:18

“Ao mesmo tempo, tem passado despercebido o fato de a Arábia Saudita e o Egito também quererem se juntar à OCX. Para os países da região que experimentaram e foram submetidos à opressão dos Estados Unidos, as relações entre Estados nesta plataforma são um modelo de democratização das sociedades nacionais. À medida que a composição dos Estados-membros da OCX, observadores e parceiros de diálogo se expande da Ásia Central ao Sul da Ásia até o Golfo Pérsico, e no futuro se expande para o Oriente Médio e Norte da África, isso do ponto de vista do Ocidente certamente está se tornando um fator de preocupação”, disse ele.

“Assim, o Ocidente ignora o desejo desses países de se desenvolverem, negligencia sua necessidade de independência e respeito, considerando-os apenas peões, o que é realmente um incentivo para o desejo desses países de ingressar na OCX”, ressaltou.

Na cúpula da OCX em Samarcanda, foram assinados memorandos sobre a concessão do status de parceiros de diálogo ao Egito e ao Catar. Bahrein, Maldivas, Kuwait, Emirados Árabes Unidos e Mianmar também receberão o status de parceiros do grupo.

Fonte https://sputniknewsbrasil.com.br/20220919/russia-e-china-estao-motivadas-a-desenvolver-ocx-em-resposta-a-pressao-ocidental-diz-analista-24871673.html

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − oito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.