China quer compartilhar rochas lunares, mas restrições dos EUA impedem que norte-americanos recebam
17 de dezembro de 2020
Na presidência do Mercosul, Argentina pede entrada definitiva da Bolívia no bloco
21 de dezembro de 2020

Ruanda envia tropas à República Centro-Africana por suspeita de golpe de Estado

Soldado de Ruanda em frente aos membros das Forças da República Centro-Africana, 5 de fevereiro de 2014

© AFP 2020 / Issouf Sanogo

Oriente Médio e África

12:02 21.12.2020URL curta

0 10

Nos siga no

Ruanda enviou soldados à República Centro-Africana, onde as autoridades acusaram o ex-presidente François Bozizé de estar planejando golpe militar com ajuda de grupos rebeldes às vésperas das eleições presidenciais e legislativas.

“O governo de Ruanda deslocou tropas de proteção à República Centro-Africana, em conformidade com atual pacto bilateral de defesa. O deslocamento é uma resposta ao ataque ao contingente da Força de Defesa de Ruanda (RDF) sob controle das forças de paz da ONU pelos rebeldes apoiados por François Bozizé”, comunicou o Ministério da Defesa de Ruanda no domingo (20).

O comunicado anuncia que as forças de Ruanda vão continuar suas ações para assegurar “as eleições gerais pacíficas e seguras”, uma vez que o país está entre os dez Estados contribuintes da paz na República Centro-Africana, como parte da missão de paz realizada pela ONU desde 2014. Entre outros países-membros da operação estão Paquistão, Burundi, Egito, Bangladesh, Zâmbia, Camarões, Marrocos, Mauritânia e Gabão.

Na semana passada, as autoridades da República Centro-Africana acusaram Bozizé, que presidiu a nação de 2003 a 2013 e foi derrubado por rebelião militar, de estar organizando golpe do Estado em meio à escalada de tensões dentro do país antes das eleições agendadas para 27 de dezembro.

No entanto, o ex-presidente negou todas as acusações sobre proximidade com as ações de grupos rebeldes. A candidatura de Bozizé à presidência centro-africana foi rejeitada judicialmente, por estar com mandado de captura internacional desde 2013.

Desde o golpe de 2013, a república tem sido palco de conflitos. Em 2019, seu presidente assinou com os líderes de 14 grupos armados o acordo de paz para cessar hostilidades.

Fonte: https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2020122116655297-ruanda-envia-tropas-a-republica-centro-africana-por-suspeita-de-golpe-de-estado/

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 6 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.