EUA não participarão das negociações sobre o Afeganistão promovidas pela Rússia
21 de outubro de 2021
Ambev, Vivo, Pão de Açúcar: conheça os 10 maiores devedores dos Estados brasileiros, segundo a Fenafisco
22 de outubro de 2021

Sou um privilegiado num país que leva uma grande parte de sua população a viver na miséria

Apesar dos meus problemas com a diabete, eu moro num sítio com muitas arvores frutíferas e outras que uso na minha medicina popular, onde não deixo faltar meus chás que tomo diariamente. por causa de meus recentes problemas com os efeitos da diabete, eu cuido mais ou menos da minha alimentação. Acabo de tomar meu café da manhã composto de café com cuscuz com coco e ovos passado com alho, pimenta do reino, sal, cebola e pimentão, tudo passado no azeite de oliva. Agradeço ao nosso criador que me proporciona as condições de me alimentar desta forma. Porém não esqueço um só dia das condições em que vivem  milhões de brasileiros, que para sobreviver, enfrentam “N” dificuldades para se alimentar e alimentar as suas famílias, inclusive enfrentando as tão faladas  “filas do osso” e as cozinhas dos restaurantes para conseguir um pouco de restos de comida. Também sinto raiva dos gestores desse país dos últimos sete anos por deixarem o nosso Brasil voltar ao mapa da fome da ONU, apesar de sermos a terceira nação que mais produz alimentos no mundo  

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.