Desaprovação de presidente do Equador ultrapassa 70%
24 de maio de 2022
China diz que EUA ‘brincam com fogo’ sobre Taiwan
24 de maio de 2022

Tribunal dos Povos julga Bolsonaro por crimes contra a humanidade

A condenação não determinaria a aplicação de pena, mas teria forte efeito moral

24 de maio de 2022, 04:45 h Atualizado em 24 de maio de 2022, 04:54

www.brasil247.com - Sônia Guajajara e indígenas Sônia Guajajara e indígenas (Foto: Divulgação | REUTERS/Ricardo Moraes)

247 – O tribunal internacional vai julgar, nesta terça (24) e quarta-feira (25), se Jair Bolsonaro cometeu ou não crimes contra a humanidade durante a pandemia da Covid-19.

O ocupante do Palácio do Planalto é alvo de denúncia feita em conjunto pela Comissão Arns (Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns), Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), Coalizão Negra por Direitos e a Internacional de Serviços Públicos (ISP).

O TPP (Tribunal Permanente dos Povos) é considerado como um tribunal de opinião com impacto simbólico. Profere vereditos sem aplicar penalidades.

Bolsonaro é acusado de disseminação intencional do coronavírus a partir de ações e omissões do governo brasileiro, que afetaram as populações indígena e negra bem como os profissionais de saúde, acentuando violações de direitos humanos, vulnerabilidades e desigualdades que promoveram mortes evitáveis, aponta reportagem da Folha de S.Paulo.

A acusação será sustentada a partir do salão nobre da Faculdade de Direito da USP, em São Paulo, durante a 50ª sessão do TPP, que acontece simultaneamente na capital paulista e em Roma, onde fica a sede do órgão.

Fonte: https://www.brasil247.com/mundo/tribunal-dos-povos-julga-bolsonaro-por-crimes-contra-a-humanidade

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.