Irã adverte EUA a não interferirem no ‘comércio legítimo’ de combustível com o Líbano
30 de agosto de 2021
Partidos de oposição da Venezuela vão participar de eleições regionais, dizem fontes
31 de agosto de 2021

Xi Jinping e Díaz-Canel conversam por telefone e estreitam relações China-Cuba

O líder chinês apontou que a China apoia Cuba na construção de um socialismo próspero e sustentável e n salvaguarda da soberania nacional, e continuará oferecendo a ajuda e o apoio para Cuba na luta contra a pandemia e na melhora do bem-estar do povo

31 de agosto de 2021, 05:24 h Atualizado em 31 de agosto de 2021, 05:36

Xi Jinping e Díaz-Canel Xi Jinping e Díaz-Canel (Foto: Xinhua)

Rádio Internacional da China – O presidente chinês, Xi Jinping, conversou nesta segunda-feira (30) por telefone com o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel.

O líder chinês apontou que a China apoia como sempre o lado cubano na construção de um socialismo próspero e sustentável e na salvaguarda da soberania nacional e continuará oferecendo a ajuda e o apoio para Cuba na luta contra a pandemia e na melhora do bem-estar do povo.

A China está disposta a estreitar os intercâmbios de alto nível com Cuba, fortalecer a comunicação e o aprendizado mútuo na governança do Partido e do país, aprofundar a cooperação na luta contra a pandemia e promover a cooperação pragmática, para alcançar um maior desenvolvimento das relações China-Cuba. Ambas as partes devem manter estreita coordenação estratégica em ocasiões internacionais e multilaterais para defender os interesses comuns dos países em desenvolvimento.

O presidente cubano agradeceu à China pelo apoio precioso. Cuba persiste no caminho socialista e está disposta a fortalecer a comunicação e a cooperação pragmática com a China em vários campos para promover conjuntamente o desenvolvimento da causa do socialismo e as relações entre os dois países. A nação cubana espera aprofundar a colaboração multilateral com a China e se opor em conjunto à hegemonia e à politização da pandemia.

Segundo Díaz-Canel, Cuba defende firmemente a política de Uma Só China, opõe-se à intervenção nos assuntos internos da China e continuará apoiando firmemente a posição do lado chinês nas questões sobre Taiwan e Xinjiang. Além disso, o país está disposto a desempenhar um papel positivo na promoção das relações entre a América Latina e a China.

Fonte: https://www.brasil247.com/mundo/xi-jinping-e-diaz-canel-conversam-por-telefone-e-estreitam-relacoes-china-cuba

Jacinto Pereira
Jacinto Pereira
Jacinto Pereira de Souza, Radialista, Historiador e Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 1 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.