Que está acontecendo? Gigantesca nave extraterrestre parece se abastecer do Sol

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Mundo insólito
URL curta
285022
O vídeo, publicado na Internet, mostra um objeto de dimensões gigantescas perto do Sol.
O OVNI, segundo ufólogos, parece ser feito de materiais hiper-resistentes a temperaturas extremamente altas, porque foi detectado a uma distância próxima do Sol.O vídeo do gigantesco objeto brilhante, que pode ser um OVNI de acordo com os ufólogos, foi publicado no canal Streetcap1. O vídeo de “um objeto muito brilhante por cima do Sol” atraiu a atenção de vários apaixonados por teorias de existência de vida extraterrestre.
De acordo com a informação de ufólogos, as imagens foram captadas pela sonda da NASA SOHO, que estuda o Sol.   Fonte: https://br.sputniknews.com/mundo_insolito/201708169118811-nave-extraterrestre-perto-do-sol-video/

ONU diz que Venezuela supera Brasil em qualidade de vida

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Posted by eduguim on 13/08/17 • Categorized as Reportagem

<?XML:NAMESPACE PREFIX = “[default] http://www.w3.org/2000/svg” NS = “http://www.w3.org/2000/svg” />FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsAppTelegramViberCopy LinkCompartilhar idh capa E as polêmicas envolvendo a Venezuela só fazem crescer porque é fácil atirar em um país cercado de inimigos por todos os lados. A questão venezuelana é perfeita para governos atolados em impopularidade como o do Brasil distraírem a população de seus próprios problemas. A guerra ideológica está espalhada pela América Latina há muito tempo, mas a direita vinha sendo surrada desde o fim do século passado. Eis que nos últimos anos, os efeitos da crise econômica internacional atingiram as economias do Terceiro Mundo após flagelarem o Primeiro Mundo. Foi a chance para a direita se reerguer na América Latina. Vários países da região passaram a ter regimes conservadores. Na América do Sul, em particular, Argentina, Brasil e Paraguai endireitaram. Os dois últimos através de golpes. Apesar de o Brasil ter passado às mãos da direita através de um golpe, não se pode ignorar que houve apoio popular a esse golpe, o que não o faz menos golpe, porque a lei não permite que a população derrube governos só por estar insatisfeita. Enfim, o fato é que a direita usou e continua usando técnicas de mídia muito eficientes para enganar incautos. E incautos não faltam neste país. Este post é produto de um surto de indignação gerado por um canal do YouTube que construiu um discurso com aparência de sério para contar uma montanha de mentiras sobre a Venezuela. idh 1 É um canal forte. A farsa que montou já conta com mais de 200 mil visualizações. Uma legião de zumbis feitos de trouxas com dados falsos, produzidos pela rede farsante de desinformação montada pela mídia venezuelana, sempre decidida a derrubar o regime eleito pela primeira vez em 1998 e reeleito em 2015. O espertinho só “linkou” matérias em inglês para dificultar a verificação da veracidade dos dados. Vai dar muito trabalho desmontar tantas farsas. A gente sabe que o dado é falso, mas precisa provar que é falso. Desse modo, o Blog vai desmontar essa farsa pedacinho por pedacinho, para se aprofundar bem. Comecemos pelo primeiro link postado pelo canal enganador: idh 2 Trata-se de uma matéria do The Guardian (Grã Bretanha). É um texto opinativo que diz que OITENTA E DOIS POR CENTO do povo venezuelano vive na pobreza. idh 3 O autor do texto é um sujeito chamado “Reinaldo Trombetta”. Até 2007, vivia na Venezuela e trabalhava em um dos jornais que fazia – e continua fazendo – oposição cerrada a Hugo Chávez, o El Nacional. Eis que surge uma jornalista norte-americana chamada Eva Golinger afirmando que Trombetta estava sendo pago pelo Departamento de Estado norte-americano para atacar Chávez. idh 4 A notícia foi publicada pelo diário antichavista venezuelano El Universal em 26 de maio de 2007. Segue trecho da matéria. Periodistas comparecerán em Comisión de Medios de NA 33 comunicadores de varios medios están em la lista presentada por Gollinger MARÍA LILIBETH DA CORTE |  DIARIO sábado 26 de mayo de 2007  12:00 AM MARÍA LILIBETH DA CORTE EL UNIVERSAL La abogada estadounidense, Eva Golinger, advirtió que no pretende “perseguir o atacar ni emprender uma campaña de intimidación contra nadie”. Aclaró que s´olo busca “alertar” que los periodistas que participaron em el programa de la Oficina de Asuntos Culturales del Departamento de Estado de EEUU pasan a ser “sus empleados”, según las leyes de esa nación. “Los objetivos del programa son obtener influencia sobre la línea editorial de los medios venezolanos y aquí, lamentablemente, a lo mejor hay periodistas que han sido manipulados por el Departamento de Estado”, agregó la también autora del libro El Código Chávez, quien informó que la lista de participantes fue “desclasificada” por el Gobierno de EEUU, dos años después de que se los solicitara, bajo la Ley de Acceso a la Información. […] Em la rueda de prensa, presentada por el presidente de Telesur, Andrés Izarra, Golinger mencionó a los periodistas María Fernanda Flores y Ana Karina Villalba (Globovisión), Roger Santodomingo (Noticiero Digital), Fausto Masó, Miguel Ángel Rodríguez (RCTV) y Reinaldo Trombetta, quien al momento de realizar el curso trabajaba em El Nacional y actualmente es director de Asuntos Públicos del Instituto de Artes Escénicas y Musicales del Ministerio de la Cultura. Em 2 de agosto de 2007, o mesmo El Universal reconheceu que Trombetta era mesmo pago pelo governo norte-americano, apesar de dizer  que esses pagamentos não tinham nada que ver com suas críticas ao inimigo estadunidense Hugo Chávez. Seja como for, no ano seguinte Reinaldo Trombetta deixou a Venezuela e foi viver na Grã Bretanha trabalhando como colunista do The Guardian e alegando que era perseguido pela “ditadura chavista” na Venezuela. Nada disso prova, porém, que sua afirmação sobre a pobreza na Venezuela seja falsa. Porém, seu artigo, supra reproduzido diz, no título, que “Na Venezuela, 82% do povo vive na pobreza”, mas o assunto só é abordado – superficialmente – no último parágrafo de um texto de 12 parágrafos. O Blog traduziu o trecho final, no qual o articulista “explica” a enormidade da afirmação sobre os 82% de pobres naquele país. “(…) Mas e as dezenas de políticos e jornalistas – incluindo o líder da oposição – quem até recentemente elogiou as “conquistas” de Hugo Chávez e agora ficou quieto? Eles sempre pareciam sugerir que tinham o bem-estar do povo venezuelano no coração. Agora que 82% das famílias vivem na pobreza, elas não parecem interessadas em tudo o que está acontecendo na Venezuela. É uma pena, porque suas vozes podem realmente ser úteis, porque o mundo convida Maduro a restaurar a democracia e respeitar os direitos humanos (…)” A gente não sabe se ri ou chora. Um texto intitulado “Na Venezuela, 82% do povo vive na pobreza” não deveria explicar melhor essa informação? Qual a fonte? Quem disse? Qual é a confiabilidade disso. Apesar de Trombetta não ter trombeteado a fonte da informação, assim como o canal picareta lá do YouTube, o Blog foi atrás e descobriu de onde saiu essa enormidade. idh 5 A pesquisa Encovi (Encuesta Sobre Condiciones de Vida em Venezuela) fundamentou o artigo de trombeta. Você pode ler o estudo na íntegra no box abaixo Download [1.02 MB] A pesquisa usa uma malandragem clara. Em primeiro lugar, divide as classes sociais na Venezuela de uma forma maluca: pobres, não-pobres e pobres-extremos. idh 6 Ou seja, não tem classe média alta, classe média baixa ou classe rica. Desse modo, se não for rico é pobre (?!). Mas, afinal, é um estudo. Ou ao menos parece ser. Mas a pesquisa Encovi é confiável? O Blog foi saber de quem se trata. E que cada um julgue como quiser. Afinal, a inconfiabilidade dessa pesquisa não é o golpe de misericórdia que será aplicado nela nesta matéria. É apenas um golpe contundente. O nocaute virá por último. Esse estudo foi apresentado pela mídia Venezuelana como tendo sido elaborado pelas Universidades Central, Simón Bolívar y Católica Andrés Belo, mas, na verdade, é uma publicação confeccionada sob a direção da Fundação Bengoa, do Observatório Venezuelano de Violência e outras supostas ONGs financiadas (entre outros) pelo governo norte-americano através da Agência dos Estados Unidos Para o Desenvolvimento Internacional (USAID) A Fundação Bengoa pertence a duas instituições vinculadas à oposição Venezuelana e vinculadas à USAID: a Rede Venezuelana para Organizações de Desenvolvimento social e a Organização Venezuela Sem Limites. idh 7 Se nos aprofundamos um pouco mais descobrimos que a Rede Venezuelana para Organizações Para Desenvolvimento Social (REDSOC) é uma entidade financiada pela Agência dos Estados Unidos Para o Desenvolvimento Internacional (USAID) idh 8 Ou seja, o “estudo” foi feito por gente muito interessada em vender ao mundo essa barbaridade de que 82% dos venezuelanos são pobres. E é incrível como, no Brasil, esse conto do vigário pegou graças a uma mídia  irresponsável ao ponto de divulgar um estudo fake de uma organização sem maior respaldo e sob financiamentos suspeitos. O malandrinho que postou no YouTube esse “estudo” fake poderia ter usado um veículo brasileiro em lugar do artigo opinativo do tal Trombetta, pois, em fevereiro, o G1 e todos os outros grandes e pequenos sites de direitas “trombetearam” essa farsa sem parar. idh 9 A grande mídia brasileira difundir fartamente essa farsa dos 82% de pobres na Venezuela só serve para mostrar como há uma conspiração internacional contra a Venezuela, regida pelos Estados Unidos. Porque o Estudo não faz sentido. Esses números são falsos, são absurdos. Só países miseráveis como Sudão do Sul (IDH 181), Burkina Faso (IDH 185) ou República Centro Africana (IDH 188, o último) teriam tantos pobres. Aí é que vem o golpe de misericórdia nesse estudo criminoso que andam divulgando. Em março deste ano, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) publicou o Relatório do Desenvolvimento Humano 2016, no qual a Venezuela se mantém como um dos países com um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) no ranking de 188 países. O IDH mede o progresso de uma nação com base na renda, saúde e educação, e vai de zero a um. Quanto mais pero do um, maior é o índice de desenvolvimento humano do país avaliado. No relatório deste ano, a Venezuela aparece com uma pontuação de 0,767, no 71º lugar, acima do Brasil, cujo índice é 0,754 e ocupa o 79º lugar no ranking de melhores ou piores países para se viver. Mais uma vez, o estudo foi encabeçado pela Noruega e o último colocado, como o pior país do mundo para se viver, foi a República Centro Africana, IDH 188. No box abaixo você pode ler o estudo na íntegra. O site do PNUD só disponibiliza versão em inglês. Download [2.82 MB] A imprensa séria divulga os dados corretos sobre a Venezuela. Veículos como Huffpost ou BBC Brasil divulgaram boas matérias desmontando as  mentiras sobre a Venezuela. idh 10 idh 11 Quem quiser entender quem é quem no mundo contemporâneo, em termos de qualidade de vida, pode acessar a integra do ranking no IDH clicando aqui Aí vem a malandragem. Os farsantes afirmam que a pesquisa desconhecida bancada pelos inimigos do governo venezuelano é boa e o Índice de Desenvolvimento da ONU não vale nada porque o presidente Nicolás Maduro teria mandado os órgãos oficiais entregarem dados falsos ao organismo internacional. Só uma besta quadrada poderia dar crédito a uma pesquisa fake em detrimento do maior estudo do mundo sobre as condições de vida dos países. O IDH é vital para determinar investimentos estrangeiros, por exemplo. Se fosse tão simples fazer a ONU chancelar dados falsos, todos os países estariam em condições aceitáveis. Quem iria querer integrar os países de baixo desenvolvimento se bastasse uma mentirinha para sair bem na foto? Porém, a mídia brasileira deu uma publicidade estratosférica a essa farsa dos 82% de pobres na Venezuela e sonegou ao público que dados internacionalmente reconhecidos, como os do IDH, dizem exatamente o oposto que esse estudo fake. É angustiante ver essas mentiras contaminando inclusive gente decente, que, involuntariamente, junta-se a uma rede de mentiras cujo objetivo é colocar a América Latina de joelhos diante dos Estados Unidos e do grande capital transnacional. Como sempre, esta página fez a sua parte. Agora é com você, se tiver chegado até aqui. Não deixe de divulgar a verdade dos fatos. E de usar este meio para contestar tantas informações falsas que circulam por aí. Se nos omitirmos, tornamo-nos cúmplices desses criminosos. * O Blog da Cidadania vai ser modernizado com o apoio dos seus leitores, conforme foi  anunciado recentemente nesta página. Se você quiser colaborar com a construção do novo site e a manutenção do nosso trabalho – que será mais moderno, terá  muito mais conteúdo e ainda estará livre dos comentários fascistas – e puder fazer uma doação de qualquer valor, clique AQUI para doar com cartão de crédito ou boleto ou envie email para edu.guim@uol.com.br para doar via depósito em conta corrente http://www.blogdacidadania.com.br/2017/08/onu-diz-que-venezuela-supera-brasil-em-qualidade-de-vida/

Fim do mistério: Bruno Borges, o “desaparecido do Acre”, volta para casa

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Fim do mistério: Bruno Borges, o “desaparecido do Acre”,

https://br.yahoo.com/noticias/fim-misterio-bruno-borges-o-desaparecido-acre-volta-para-casa-162428220.html

O estranho hotel fantasma da Coreia do Norte, que não tem nenhum hóspede há 30 anos

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Famoso pela cúpula pontiaguda e forma piramidal, Ryugyong consumiu 2% do PIB do país e nunca foi acabado, entre outras razões, pelo fim da União Soviética.

9 ago 2017
Famoso pela cúpula pontiaguda e forma piramidal, Ryugyong consumiu 2% do PIB do país
Famoso pela cúpula pontiaguda e forma piramidal, Ryugyong consumiu 2% do PIB do país
Foto: BBCBrasil.com

Trata-se do Ryugyong, mais popularmente conhecido como Edifício 105, localizado no centro da capital da Coreia do Norte, Pyongyang.

Sua cúpula pontiaguda e sua forma piramidal o transformaram em um cartão postal, podendo ser visto de qualquer ponto da cidade.

Construído na década de 90 para refletir a pujança da Coreia do Norte, o hotel consumiu US$ 750 milhões (ou 2% do PIB do país) e nunca foi acabado.

Como resultado, o Ryugyong tornou-se símbolo do fracasso da economia norte-coreana e motivo de constrangimento para o regime comunista.

Mas como o local que pretendia ser o hotel mais alto do mundo acabou se tornando o edifício abandonado mais alto do mundo?

Cerca de 2 mil operários instalaram painéis de vidro na fachada do hotel
Cerca de 2 mil operários instalaram painéis de vidro na fachada do hotel
Foto: BBCBrasil.com

Ambições frustradas

A construção do edifício começou em 1987, um ano depois de a companhia sul-coreana SsangYong Group ter terminado o que até então era o hotel mais alto do mundo: o Westin Stamford, em Cingapura.

O governo norte-coreano pensou no Ryugyong como uma forma de atrair investidores ocidentais e anunciou que o local abrigaria cassinos, casas noturnas e salões japoneses.

A expectativa era de que, dois anos mais tarde, o hotel estaria terminado, mas alguns problemas com os métodos de construção e os materiais empregados frearam a construção, que parou por completo em 1992 devido à pior crise econômica do país, impulsionada pelo fim da União Soviética (URSS), de quem recebia ajuda.

Durante mais de uma década, o inacabado e vazio arranha-céu, com um guindaste enferrujado em seu topo, se tornou uma lembrança das ambições frustradas da Coreia do Norte.

Alguns analistas dizem, inclusive, que a presença do edifício se tornou motivo de vergonha para as autoridades do país e vários artigos em jornais o classificaram como uma construção medíocre.

Por causa da baixa qualidade dos materiais empregados e da falta de medidas de segurança, uma delegação da Câmara de Comércio da União Europeia na Coreia do Norte que examinou o hotel chegou a defini-lo como o “pior edifício do mundo”, e disse que não havia o que fazer para consertá-lo.

O local foi descrito como “hotel maldito” ou “hotel fantasma” pela imprensa. A revista americana Esquire o classificou como “o pior edifício da história da humanidade”.

Em 2008, empresa egípcia anunciou recomeço da construção do hotel
Em 2008, empresa egípcia anunciou recomeço da construção do hotel
Foto: BBCBrasil.com

Reforma e falsas esperanças

Mas em 2008, 16 anos depois de ter sido abandonado, Orascom Telecom, um conglomerado de telecomunicações egípcio, começou a reconstruí-lo “em parceria com uma empresa local”, como parte de um plano de larga escala para “embelezar a cidade”, incluindo novas vias, teatros e fachadas de edifícios.

A Orascom Telecom firmou um contrato de US$ 400 milhões com o governo norte-coreano e investiu mais de US$ 180 milhões para consertar o gigantesco hotel.

O ex-executivo do Facebook que largou tudo e prepara refúgio em ilha para sobreviver a ‘apocalipse tecnológico’

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

DA BBC BRASIL
Antonio Garcia Martínez, de 40 anos, vivia no epicentro da revolução digital, mais precisamente no Vale do Silício, região próxima de San Francisco, nos Estados Unidos, onde estão as sedes de algumas das principais empresas de tecnologia do mundo. Mas desde 2015 ele mudou radicalmente de vida ao chegar à conclusão que estaríamos prestes a enfrentar um “apocalipse tecnológico”. Martínez afirma que o avanço da tecnologia – em especial, da combinação entre automação e inteligência artificial – mudará radicalmente a economia global e fará com que empregos desapareçam em escala massiva. “Dentro de 30 anos, metade da humanidade não terá trabalho. E a coisa pode ficar feia, pode haver uma revolução. É por isso que estou aqui”, diz ele em entrevista à BBC ao desembarcar armado com um fuzil em uma ilha próxima a Seattle, no noroeste americano, onde está criando um refúgio para se proteger caso a previsão se confirme. “Em San Francisco, eu vi como o mundo será daqui cinco a dez anos. Você pode não acreditar que está vindo, mas está – e tem a forma de um caminhão que dispensa motorista.”
BBC Brasil
Ex-executivo do Facebook está se preparando para um futuro caótico criado pela tecnologia
Ex-executivo do Facebook está se preparando para um futuro caótico criado pela tecnologia
ISOLAMENTO Martínez fez carreira no setor ao fundar uma empresa de anúncios online, que vendeu para o Twitter, e ir trabalhar no Facebook. Hoje, dedica boa parte do seu tempo a um terreno de cinco hectares no meio da floresta em Orcas, uma pequena ilha na costa do Estado de Washington, próxima da fronteira norte do país. Por enquanto, seu refúgio não parece ser grande coisa. Há apenas uma barraca, um gerador de energia, um balde onde faz suas necessidades, além de fios e painéis solares ainda não instalados. O acesso só é possível por uma estrada de terra, usando veículos com tração nas quatro rodas. “Ninguém conhece aqui. E dá para ir nadando ou de caiaque até o Canadá se a situação exigir”, diz ele sobre os motivos que o levaram a escolher a região para montar seu abrigo, listando em seguida outras vantagens: “Clima ideal, uma grande comunidade, produção de alimentos autossustentável, e consigo defendê-lo caso as coisas saiam dos trilhos por um tempo.” MUNIÇÃO, A MOEDA DO NOVO MUNDO Martínez deixa claro que será capaz de fazer isso ao atirar com uma AR-15 contra latas e garrafas de plástico que fazem as vezes de alvos improvisados à distância – e acertar todos eles. “Há 300 milhões de armas nos Estados Unidos, uma para cada homem, mulher e criança, e a maioria delas estão nas mãos das pessoas que perderão seus empregos”, afirma. “Garanto a você que munição será a moeda corrente desse novo mundo.” Ele não é o único a prever o desaparecimento em massa de muitos postos de trabalho. O pesquisador Carl Frey, da Universidade de Oxford, acredita no mesmo. Ele estima que 35% dos empregos no Reino Unido corram risco de desaparecer nos próximos 20 anos com a criação de robôs capazes de realizar as mesmas funções. Esse índice é ainda maior nos Estados Unidos, onde chega a 47% – e ultrapassa 50% em países em desenvolvimento. Por isso, o americano garante que outros no Vale do Silício estão tomando as mesmas precauções. “Eles têm suas próprias estradas, compram terrenos, têm um monte de armas, poços artesianos e tudo mais. É algo como o que tenho, talvez menos rústico, menos hippie, mas bem parecido.” DÍVIDA De fato, Reid Hoffman, cofundador da rede social LinkedIn, estimou em uma entrevista à revista The New Yorker que cerca de metade dos bilionários da região têm algum tipo de “seguro contra o apocalipse”. Mas e quanto ao restante das pessoas que não têm uma fortuna para investir em refúgios assim? Martínez garante não se preocupar com isso: “A vida é curta, e nós morremos sozinhos.” Ele afirma que sua maior contribuição é divulgar sua previsão e contar sobre seus preparativos. “A única dívida que nós profissionais da tecnologia temos é essa. Poucas pessoas estão falando sobre isso e informando o público em geral”, diz. “A tecnologia vai acabar com empregos e abalar economias antes mesmo que a gente seja capaz de reagir, e deveríamos estar pensando sobre isso.”

Estudante conhecido como “menino do Acre” reaparece depois de cinco meses

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Hubble Detects Exoplanet with Glowing Water Atmosphere

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Cientistas Descobriram os mais fortes indícios até hoje de uma estratosfera em um planeta fora do sistema solar, ou exoplaneta. A estratosfera é uma camada de atomosfera na qual a temperatura da água sobe com o aumento da altitude. “Este resultado é empolgante porque mostra que um traço comum à maioria das atmosferas no sistema solar — atmosferas mornas — também pode ser encontrado  na atmosfera de exoplanetas,” disse Mark Marley, coautor do estudo, baseado no Centro Ames de Pesquisas da NASA, no Vale do Silício,  Califórnia. “Agora, podemos comparar processos em atmosferas de exoplanetas com alguns processos que ocorrem sob diferentes conjuntos de condições no sistema solar.” Em relato na revista Nature, cientistas informam que utilizaram dados do Telescópio Espacial Hubble para estudar WASP-121b, um tipo de exoplaneta denominado um ” Júpiter quente.” Sua massa é 1,2 vez maior que a de Júpiter, e seu raio, cerca de 1,9  vez maior que o de Júpiter — o que o torna mais fofo. Mas, enquanto Júpiter completa uma órbita ao redor do Sol uma vez a cada 12 anos, o perído an orbital  de WASP-121b  é de apenas 1., dia. Este exoplaneta está tão próximo de sua estrela que, se chegasse mais perto, a gravidade  dela o destroçaria. Isso significa que o topo da atmosfera do planeta é aquecido a incríveis 4.600 graus Fahrenheit (2.500 Celsius), quente o suficiente para ferver alguns metais. Calcula-se que o sistema WASP-121 esteja distante da Terra uns 900 anos-luz – bem longe, mas suficientemente próximo, pelos padrões galácticos. Pesquisas anteriores descobriram possíveis sinais da existência de uma estratosfera no exoplaneta WASP-33b, asim como em alguns outros  Júpiteres quentes. O novo estudo apresenta os melhores indícios até hoje obtidos devido às características de moléculas de água quentes que os pesquisadores observaram pela primeira vez. “Modelos teóricos sugeriram que estratosferas podem definir uma classe diferente de planetas ultra quentes, com importantes implicações para a física e a química de suas atmosferas,” disse Tom Evans, principal autor pesquisador convidado da Universidade de Exeter, Reino Unido. “Nossas observações embasam essa visão.” This 360° animation depicts planet WASP-121b; an exoplanet with an atmosphere of glowing water. With an atmosphere hot enough to boil iron, WASP-121b is a type of exoplanet known as a ‘hot Jupiter’. The planet orbits closely to it’s host star, located in the constellation of ‘Puppis’, about 900 light years away from Earth.
Scientists have discovered the strongest evidence to date for a stratosphere on a planet outside our solar system, or exoplanet. A stratosphere is a layer of atmosphere in which temperature increases with higher altitudes. “This result is exciting because it shows that a common trait of most of the atmospheres in our solar system — a warm stratosphere — also can be found in exoplanet atmospheres,” said Mark Marley, study co-author based at NASA’s Ames Research Center in California’s Silicon Valley. “We can now compare processes in exoplanet atmospheres with the same processes that happen under different sets of conditions in our own solar system.” Reporting in the journal Nature, scientists used data from NASA’s Hubble Space Telescope to study WASP-121b, a type of exoplanet called a “hot Jupiter.” Its mass is 1.2 times that of Jupiter, and its radius is about 1.9 times Jupiter’s — making it puffier. But while Jupiter revolves around our sun once every 12 years, WASP-121b has an orbital period of just 1.3 days. This exoplanet is so close to its star that if it got any closer, the star’s gravity would start ripping it apart. It also means that the top of the planet’s atmosphere is heated to a blazing 4,600 degrees Fahrenheit (2,500 Celsius), hot enough to boil some metals. The WASP-121 system is estimated to be about 900 light years from Earth – a long way, but close by galactic standards. Previous research found possible signs of a stratosphere on the exoplanet WASP-33b as well as some other hot Jupiters. The new study presents the best evidence yet because of the signature of hot water molecules that researchers observed for the first time. “Theoretical models have suggested stratospheres may define a distinct class of ultra-hot planets, with important implications for their atmospheric physics and chemistry,” said Tom Evans, lead author and research fellow at the University of Exeter, United Kingdom. “Our observations support this picture.”
Fonte: http://detudoblogue.blogspot.com.br/search?updated-max=2017-08-03T09:03:00-03:00

Convite Missa

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

i Informando a todos os amigos que a missa de sétimo dia pela saída deste mundo para o outro, do grande amigo Edilson Siridó, vai acontecer na segunda feira (07/08) na Igreja do Abrigo em frente à Praça Quirino Rodrigues as 6 horas da tarde! A família enlutada agradece a todos que comparecerem a este ato de fé cristã.

Faleceu em Sobral Dr. Siridó

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Por Artemísio da Costa

No final da tarde desta terça-feira (1º de agosto) faleceu no Hospital do Coração o advogado JOSÉ WILSON SIRIDÓ DE SOUZA (foto), 62 anos, conhecido popularmente por Dr. Edilson Siridó. Em Sobral, Dr. Siridó foi meu contemporâneo no Colégio Estadual Dom José, na Faculdade de Engenharia Operacional (UVA) e no Banco do Brasil, além de ter sido casado como minha prima Joana Lúcia Alves. Muito inteligente, versátil e de palavra fácil, Dr. Siridó também era escritor, poeta, compositor, comentarista de rádio e figura sempre presente no Beco do Cotovelo. Era um fiel seguidor do falecido líder indiano Sai Baba. Prossiga na luz, companheiro! Grifo Meu: Um grande companheiro de pesquisa ufológica. Fazia parte do CSPU, participou comigo no Programa Rádio Debate e foi um grande colaborador em toda a existência do Jornal A Folha, onde escreveu grandes matérias sempre voltada para o Bem, a Paz e a Espiritualidade.Sei que acumula muitos créditos com o nosso Criador. Vai com Deus amigo. Jacinto Pereira de Souza

Mapa Secreto da Antártida revela as coordenadas de como chegar a Terra Oca

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Uma das questões mais interessantes que muitas pessoas têm perguntado por séculos é saber se existe uma possibilidade de que nosso planeta seja oco. Por muitos anos acreditou-se que a terra era oca, porém com teorias, até 1968 não havia nenhuma prova. Naquele ano, as fotos tiradas por um satélite em órbita da Terra mostrou claramente um buraco localizado no Pólo Norte; o que seria provas mais que suficientes para apoiar a teoria da Terra oca de acordo com muitos.
Mapa feito por Heinrich C. Berann para a National Geographic Society em 1966. Aparentemente, mostra a entrada ao interior da Terra. Temos de ler sobre as histórias lendárias sobre os nazistas que exploraram as regiões do sul do nosso planeta e até mesmo a criação de bases secretas na Neuschwabenland. Alguns também falam sobre a Operação Highjump e viagens do Almirante Byrd, onde aeronaves extremamente avançadas foram vistas voando ao redor ao explorar novos territórios. Não muito tempo atrás, nós descobrimos um mapa do terceiro Reich em que há várias passagens secretas representadas que foram utilizados pelo alemão U-boats para acessar regiões subterrâneas misteriosas, bem como um mapa completo de ambos os hemisférios e o reino misterioso de Agartha. Nós também demos de cara com uma carta, supostamente escrita por Karl Unger, que estava a bordo do alemão U-Boat 209, comandado por Heinrich Brodda, na qual ele afirma que a tripulação tinha alcançado o interior da Terra. Mas, sabemos que durante a Segunda Guerra Mundial, o submarino alemão melhor equipado apenas podia mergulhar até 850 pés, com um alcance de 385 milhas em condições ideais. A distância mais curta entre o oceano aberto para o Pólo Sul geográfico é cerca de duas vezes o alcance inferior a uma milha de gelo; assim as chances de que um submarino alemão poderia fazer essa viagem são muito baixas, é claro que há essa possibilidade onde os alemães poderiam ter submarinos melhor equipados que nós não conhecemos.
Além disso, a profundidade do Oceano Ártico, no Pólo Norte é cerca de quatro vezes mais do que o melhor submarino alemão foi capaz de resistir.
As histórias acima são apoiadas por mapas feitos pelo famoso cartógrafo e artista Heinrich C. Berann para a National Geographic Society em 1966. Nesse mapa, o continente antártico pode ser observado sem a sua camada grossa de gelo. Mas o detalhe mais intrigante são a presença de passagens subaquáticas, abrangendo todo o continente e parecem convergir no local exato que é identificado como a abertura para a Terra Oca ou interior da Terra.
Hitler era obcecado com o misticismo e o inexplicável, ele estava muito interessado em óvnis e a história dos antigos, e muitos de seus seguidores o apoiaram. O Führer era conhecido por “remover” as pessoas por quem se sentiam ameaçados ou não partilharam suas crenças.
A possibilidade de que a Terra é oca, e que pode ser acessada através dos pólos Norte e Sul, e que as civilizações secretas prosperam dentro dela, tem estimulado a imaginação das pessoas por séculos. Ela só poderia vir a ser verdade, afinal, que de alguma forma, em algum lugar, há um acesso que leva a um mundo completamente diferente, que tem sido mantido em segredo durante anos.
Evidência de um “oco da terra” é encontrada na história de incontáveis ​​civilizações antigas.
O herói babilônico Gilgamesh visitou seu pai Utnapishtim nas entranhas da terra; na mitologia grega, Orpheus tenta resgatar Eurydice do inferno subterrâneo; dizia-se que os faraós do Egito se comunicavam com o submundo, que pode ser acessado através de túneis secretos escondidos nas pirâmides; e budistas acreditavam (e ainda acreditam) que milhões de pessoas vivem em Agharta, um paraíso subterrâneo governado pelo rei do mundo. Então, só quando você pensa que essas teorias poderia ser nada mais do que imaginação excessivas, na verdade você se depara com evidências na história antiga que aponta para a possibilidade de um mundo interior da Terra.
O que você acha sobre a teoria da Terra Oca? É possível que um outro mundo exista por baixo da superfície do nosso planeta? E é possível que na verdade exista vida lá em baixo?
Mais informações sobre a U-Boat 209 você encontra clicando aqui.
Fonte:semprequestione
Mais um post by: UFOS ONLINE
Veja o Vídeo Abaixo: Fonte:Jaconor 73
Fonte: http://ufosonline.blogspot.com.br/

Marcos Valério entrega à Polícia Federal contratos e aditivos com governo Aécio Neves

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Carone, exclusivo: Marcos Valério entrega à Polícia Federal contratos e aditivos com governo Aécio Neves que “sumiram” na CPI dos Correios; veja documentos

26 de julho de 2017 às 13h04
Em delação à Polícia Federal, Marcos Valério (no topo, à esquerda) entregou os contratos e aditivos assinados por suas agências de publicidade com o primeiro governo Aécio Neves (PSDB) e que “desapareceram” na CPI dos Correios, cujos documentos eram  compartilhados com a CPI do Mensalão (abaixo, à esquerda). Entre os membros desta, o então deputado federal tucano Ibrahim Abi-Ackel (primeiro da esquerda para a direita, na foto da CPI do Mensalão) e sobre quem pesa a suspeita de ter dado sumiço nos documentos. No topo, nas fotos ao lado da de Marcos Valério, a dupla de confiança de Aécio: Danilo de Castro e Frederico Pacheco de Medeiros. Abaixo, o então PGR Antonio Fernandes de Souza e o ministro Joaquim Barbosa, do STF  (veja PS do Viomundo) por Marco Aurélio Carone, especial para o Viomundo, e Conceição Lemes Depois de 12 anos, finalmente, em março de 2017, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deu andamento ao inquérito civil nº 0024.05.000060-3. Curiosamente, só após a Polícia Federal (PF) começar a ouvir os depoimentos do publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza, preso desde 2012, e que acabaram gerando a proposta de delação premiada. Valério foi condenado a 37 anos e cinco meses de prisão por seu envolvimento no esquema do mensalão do PT. Instaurado em 26 de junho de 2005, a partir de inquérito do Ministério Público Federal (MPF), ele investiga os contratos entre as empresas de Valério (agências de publicidade SMP&B  e DNA) e o governo de Minas de 1996 a 2006. Apura, portanto, a legalidade dos contratos celebrados no primeiro governo do tucano Aécio Neves (2003-2006). Os documentos investigados são os solicitados, em abril de 2006, ao governador de Minas Gerais, Aécio Neves, pelo então procurador geral da República, Antônio Fernandes de Souza, por intermédio do ministro Joaquim Barbosa,  do Supremo Tribunal Federal (STF). Na época, a Polícia Federal solicitou uma perícia contábil-financeira no diretório estadual do PSDB mineiro. Estranhamente, tanto o PGR Antônio Fernandes de Souza quanto o ministro Joaquim Barbosa negaram a demanda da PF. A negativa do PGR está na última página (imagem abaixo) do seu parecer, datado de 25 de abril de 2006 (na íntegra, ao final), a Joaquim Barbosa, no qual reivindica os contratos entre as agências de Valério e o governo de Minas. Ele justifica: “considero inoportuna a realização dessa diligência na presente ocasião”. Em despacho de 28 de abril de 2006, o ministro Joaquim Barbosa atende a todas demandas do PGR. E também  nega a perícia contábil-financeira no diretório regional do PSDB em Minas. Alega: “indefiro-a por ter sido considerada inoportuna por titular de futura ação penal que eventualmente possa originar-se deste inquérito”. Os contratos investigados pelo MP de Minas somam 284 páginas (na íntegra, ao final).. Sumidos desde a CPI dos Correios, eles constam agora da delação de Marcos Valério à PF. De cara, nesses documentos quatro detalhes chamam atenção: 1) A solicitação de Joaquim Barbosa é datada de 2 maio de 2006, como mostra a imagem abaixo. 2)Danilo de Castro, secretário de governo de Aécio, responde à demanda de Joaquim Barbosa/Antônio de Souza, em 5 de outubro de 2006. Portanto, só cinco meses depois! 3) Nos contratos e aditivos celebrados  entre a administração de Minas e as empresas de Marcos Valério dois nomes fazem dobradinha: Danilo de Castro e Frederico Pacheco de Medeiros, respectivamente  secretário e secretário-adjunto do governo Aécio Neves, como mostra o aditivo abaixo, de 21 de setembro de 2004. Frederico Pacheco de Medeiros é o Fred, primo de Aécio, preso em 18 de maio pela Polícia Federal. Segundo Joesley Batista, dono da JBS, Fred foi a pessoa designada para receber os R$ 2 milhões solicitados por Aécio Neves. 4) Os aditivos celebrados a partir de janeiro de 2003 em contratos originados no governo Eduardo Azeredo (janeiro de 1995 a dezembro de 1999) comprovam que o esquema do mensalão tucano, que a quem Valério serviu em 1998, continuou operando no governo Aécio Neves. De 1996 a 2006, o único período em que Valério não operou no governo de Minas foi na gestão Itamar Franco (janeiro de 2000 a janeiro de 2003, cuja auditora geral era a hoje ministra Cármen Lúcia, presidente do STF. Em tempo. Atente à movimentação do inquérito instaurado pelo MPMG, em junho de 2005 (imagem ao lado). De 2005 a 2012, nenhuma movimentação. Em 11 de dezembro de 2013, foi remetido ao Conselho Superior do Ministério Público de Minas (CSMP), onde permaneceu três meses. Em junho de 2014, foi de novo enviado ao CSMP, onde “dormiu” por quase três anos. Mas de março de 2017 até agora o inquérito já teve seis andamentos. Alguém ainda tem dúvida que o senador Aécio Neves sempre contou com a blindagem do Judiciário para perpetrar e continuar fazendo seus malfeitos? PS do Viomundo: Em 21 de abril de 2013, o então presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, recebeu a Medalha da Inconfidência do governo de Minas. Naquela altura, muitos documentos sobre os malfeitos do senador Aécio Neves já tinham passado por suas mãos. Em 2006, ele negou a perícia contábil-contábil financeira no PSDB mineiro demanada pela Polícia Federal.
Fonte: http://www.viomundo.com.br/denuncias/carone-exclusivo-marcos-valerio-entrega-a-policia-federal-contratos-e-aditivos-com-governo-aecio-neves-que-sumiram-na-cpi-dos-correios-veja-documentos.html

Primeiro implante de olho biônico na Rússia é concluído com sucesso

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

25 de julho de 2017 Pável Rítsar
Paciente, que havia perdido visão há 20 anos, já é capaz de enxergar focos de luz e imagens primitivas de objetos. Procedimento foi integralmente coberto por Estado.
Implante de retina é composto por sistema com nanocâmera e unidade de processamento de vídeo Foto:Vitáli Ankov/RIA Nôvosti
Médicos russos realizaram com sucesso o primeiro implante de olho biônico no país, e o paciente permanece agora em um centro de reabilitação da Agência Federal de Biomédica (FBA, em russo), informou ministra russa da Saúde, Veronika Skvortsova. Natural de Tcheliabinsk, Grigôri Uliánov, de 58 anos, perdeu a visão há cerca de 20 anos e foi submetido à cirurgia no Centro de Pesquisa Clínica de Otorrinolaringologia da FBA no último dia 30 de junho. Apesar do pouco tempo desde o procedimento, Uliánov já é capaz de distinguir fontes de luz e imagens primitivas de objetos. Segundo a ministra, pacientes que realizaram a mesma cirurgia em outras partes do mundo conseguiram esses resultados somente após dois a três meses de reabilitação. “Esse dispositivo permite que os olhos vejam informações não da maneira como estamos acostumados a vê-las. Trata-se de uma visão geométrica em preto e branco. Com ele, vemos uma porta como uma estrutura preta”, declarou a ministra. O implante de retina recebido pelo paciente é, em suma, um sistema de alta tecnologia composto por lentes com uma câmera em miniatura, uma unidade capaz de processar sinais de vídeo e um estimulador elétrico. “Nossas técnicas permitem implantar um dispositivo um tanto primitivo na superfície da retina”, explicou Skvortsova. Uliánov é o 41º paciente do mundo a ter um sistema como esse implantado. Outros 300 pacientes possuem um implante biônico mais simples, que é capaz de produzir fazer uma imagem de 30 pixels. Segundo Skvortsova, o desenvolvimento de tecnologia biônica, juntamente com a medicina regenerativa, são as direções mais avançadas no setor nacional de saúde. “Foi criado um mecanismo para a implementação rápida das tecnologias mais inovadoras. Esse mecanismo é totalmente pago pelo nosso Estado”, arrematou. Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.
Fonte: https://gazetarussa.com.br/ciencia/2017/07/25/primeiro-implante-de-olho-bionico-na-russia-e-concluido-com-sucesso_810700

Convite para reunião ufológica

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

  1987connecticut Link da foto: http://www.desocultando.com.br/10-fotos-de-ovnis-consideradas-reais-ate-hoje/8/ Ufólogos e simpatizantes da Ufologia, na próxima sexta (28) teremos mais uma reunião do CSPU – Centro Sobralense de Pesquisas Ufológicas. Acontecerá na Rua Coronel Diogo Gomes 998 Centro, Sobral. Será uma boa oportunidade para questionar os ufólogos sobre o tema Ufologia. Quem tiver algum informa sobre Discos voadores, vem socializar conosco e ouvir os informes dos outros participantes. Talvez você queira discutir ou questionar as publicações deste site, essa será uma ótima oportunidade para isso. Mais informações pelos 88 999210172 e 988477189. Um abraço a todos Jacinto Pereira, coordenador das reuniões do CSPU

Civilizações Extraterrestres avançadas poderiam se comunicar através de uma “Internet galáctica”

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Um cientista acredita que civilizações alienígenas localizadas dentro da Zona Habitável da nossa Galáxia poderiam criar uma rede intergaláctica Massiva que lhes permitiria se comunicar uns com os outros.
Um artigo recente publicado pelo Dr. Duncan H. Forgan da Universidade de St. Andrews propõe que as super civilizações alienígenas em nossa galáxia possam se comunicar entre si criando “trânsitos artificiais” nas suas respectivas estrelas.
Titulado Exoplanet Transits como a Fundação de uma Rede de Comunicações Interstelares  o artigo começa por mencionar dois problemas básicos associados à comunicação interestelar: tempo e consumo de energia.
Quando falamos de transmissões de rádio, por exemplo, a quantidade de energia necessária para transmitir uma mensagem coerente em longas distâncias é proibitiva. Por outro lado, os sinais ópticos (ou seja, lasers) requerem menos energia, no entanto, para que o receptor detecte isso exigiria uma coordenação ridiculamente precisa.
Portanto, nenhum método atualmente disponível para o homem seria confiável para estabelecer um sistema de comunicação interestelar com outra civilização.
Forgan argumenta que um método em que os trânsitos diante das estrelas são usados ​​como base para a comunicação intergaláctica resolveria ambos os problemas. Isso é realmente algo bastante lógico, considerando que os trânsitos de hoje são a maneira mais popular e confiável de que os astrônomos detectem exoplanetas distantes no universo.
Ao monitorar uma estrela para períodos de brilho diminuído, causada por um planeta ou objeto que passa entre o observador e a estrela, os astrofísicos são capazes de determinar se uma estrela hospeda um sistema planetário. O método também é útil para determinar a presença ou composição de atmosferas em torno de exoplanetas.
No entanto, Forgan argumenta que este método também pode ser muito útil para sinalizar outras civilizações alienígenas.
Professor Forgan argumenta como um ETI ‘A’ pode interagir com ETI ‘B’- se ETI B estiver observando planetas em trânsito no sistema de estrelas de A. Isto pode ser conseguido através do desenvolvimento de estruturas para a criação de trânsitos artificiais observáveis ​​em B ou através do envio de sinais em B durante o trânsito, com um consumo de energia significativamente menor que os esquemas de comunicação eletromagnéticos típicos. Isso pode fornecer uma rede de civilizações interligadas, estabelecendo contato através da observação de trânsitos uns dos outros.
Forgan discute a Zona habitável galáctica – uma região da Via Láctea onde a vida provavelmente se desenvolveu – dizendo que diferentes espécies alienígenas podem encontrar a melhor maneira de se comunicar entre si criando megastructuras artificiais maciças que orbitam e transitam sua estrela hospedeira.
Outras civilizações alienígenas que buscam o cosmos que procuram planetas e a vida identificam esses trânses e permitem que concluam que uma civilização avançada existe em um determinado sistema solar.
“Uma mensagem com um caminho de 20 kpc (o diâmetro do GHZ) tem um tempo de viagem total a uma velocidade leve de pouco menos de 0,06 Myr. Se assumirmos uma escala de tempo relativamente curta em que ambos os ETI permanecem na zona de trânsito de 100.000 anos (que se aproxima da escala de tempo em que tanto a evolução secular das órbitas planetárias quanto a órbita da estrela se tornam importantes), um total de 30 permutas podem ser feitas . Isso, é claro, não proíbe uma conversa contínua por outros meios “, sugere Forman.
O que precede envolve os sinos? Se assim for, é principalmente por causa da confusão que acontece em torno da estrela KIC 8462852 (também conhecida como a estrela de Tabby).
Em 2015, os astrônomos perceberam que uma estrela no universo exibia estranhas gotas de brilho nos últimos dois anos. Uma vez que nenhuma explicação natural pode ser atribuída ao “mau comportamento” da estrela, alguns astrônomos argumentaram que os mergulhos incomuns no brilho da estrela poderiam estar associados à presença de uma enorme mega estrutura alienígena.
Uma Internet Galáctica
Forgan acredita que isso seria relativamente prático e econômico para civilizações alienígenas para estabelecer a comunicação com outras civilizações alienígenas avançadas. Usando a Teoria dos Gráficos, Forgan argumenta que as civilizações localizadas dentro da zona habitável de nossa galáxia poderiam criar uma mega rede totalmente conectada dentro de um milhão de anos, permitindo que todas as civilizações se comunicassem, diretamente ou através de civilizações intermediárias. A única coisa a perguntar aqui é, eles também estão no Facebook?
Este método tem alguns lados positivos. Não só essa rede alienígena exigiria menos energia para a transmissão de dados, mas Forgan argumenta que a amplitude dos sinais seria limitada apenas à extensão da própria civilização alienígena.
Este método também tem outras vantagens, por exemplo, o principal requisito para entrar em contato com outros seria ter sofisticação tecnológica suficiente para detectar trânses exoplanetários ou megasestruturas artificiais. Assim como fazemos hoje.
Em outras palavras, as espécies inteligentes devem alcançar um certo nível de desenvolvimento antes que possam se juntar à rede. Isso evitaria qualquer “contaminação cultural” e evitaria que civilizações menos avançadas conhecessem a existência de outros superiores antes de serem preparadas para contato. Faz sentido total mesmo?
Além disso, outra vantagem destacada por Forgan é que, uma vez adquirida, os sinais dos trânses seriam muito previsíveis, com cada transmissão correspondente a um período orbital conhecido, fazendo a transmissão funcionar sem problemas.
Mais um post by: UFOS ONLINE Veja o Vídeo Abaixo:                                          Fonte:Jaconor 73
Fonte: http://ufosonline.blogspot.com.br/

CIENTISTAS AFIRMAM: Nossa Lua Não é Natural

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Na década de 60, enquanto o Homem conquistava o espaço e fazia suas primeiras expedições lunares, Isaac Asimov, professor de bioquímica na Universidade de Boston, já repercutia a estranha ideia de que a Lua não seria um objeto cósmico natural, mas sim, um satélite artificial colocado na órbita terrestre há milhares de anos por alguma inteligência superior. Por mais absurda que possa parecer tal proposição, a verdade é que a cada dia que nossa tecnologia avança, mais e mais cientistas modernos afirmam que Asimov estava correto e defendem a polêmica tese de que a Lua, na verdade, esconde um dos maiores segredos de todos os tempos, capaz de mudar para sempre o rumo e o entendimento sobre a humanidade. E isso, não apenas por um único motivo, mas por dezenas de diferentes evidências científicas, que podem ser assim resumidas: 1) A LUA É OCA: Em seu livro “Moongate: descoberta Suprimidas do Programa Espacial Americano”, o engenheiro nuclear William Brian II descreve que evidencias recolhidas durante experiências sísmicas realizadas pelo programa Apolo, evidenciam que a Lua é Oca e, em todo o lugar em que ela não é oca, ela seria fantasticamente rígida. Confirmando estas observações, apurou-se que a densidade da Lua é 3.34 gm/cm3, ao passo que o da terra é de 5.5 gm/cm3 . Ou seja, a densidade da Lua seria de apenas 60% da densidade da Terra, o quê, na palavras do cientista da NASA, Dr. Gordon MacDonald, indica que “o interior da Lua seria de alguma forma oco, e não uma esfera homogênea”. Na mesma linha, o químico Dr. Harold Urey apontou que esta densidade da Lua só pode ser devida a enormes cavidades existentes em seu interior. E esta mesma conclusão é tirada por diversos outros cientistas como o Dr. Sean C. Solomon do MIT – Massachusetts Institute of Technology que afirmou que “Os experimentos sobre a órbita lunar aperfeiçoaram o conhecimento do campo gravitacional lunar e indicaram a assustadora possibilidade da Lua ser oca”. E porque este fato seria assim tão “assustador” como mencionou Dr. Solomon? Nas palavras do famoso astrônomo Carl Sagan, simplesmente porque “um satelite natural não pode ser um objeto oco”. Em novembro de 1969, durante a expedição da Apollo 12, a NASA fez um experimento interessante para um estudo sísmico na Lua: deixou o módulo lunar colidir com o solo, causando um impacto equivalente a 1 tonelada de TNT. Estranhamente, as ondas de choque do impacto (terremoto artificial) demonstraram que lua soou como um sino, em uma reverberação que durou quase uma hora. Como afirmou Ken Johnson, supervisor dos dados e controle de foto do departamento, “a Lua igualmente balançou de uma forma tão precisa que era como se ela tivesse um gigante amortecedor hidráulico em seu interior”. Este experimento foi repetido pela Apollo 13, com resultados ainda mais impressionantes. Os instrumentos sísmicos registraram reverberações que duraram mais de 3 horas e vinte minutos e que viajaram a uma profundidade de 40 quilômetros, levando a conclusão de que a Lua de fato tem um núcleo muito sutil, se tiver núcleo. 2) SUPERFÍCIE REFORÇADA CONTRA QUAISQUER IMPACTOS: Sendo a Lua oca, seria natural que impactos de meteoritos a despedaçassem com enorme facilidade. Porém, para espanto geral da comunidade científica, descobriu-se que o oposto acontece com sua superfície, que é inexplicavelmente muito mais resistente do que a mais fantástica previsão. A “casca” lunar funcionaria como um incrível escudo protetor. Estes dados são facilmente medidos pela “profundidade das crateras” existentes na Lua. Em resumo, quando um meteorito cai na Terra, por exemplo, ele sofre uma natural “desaceleração” pelo atrito do ar ao entrar na atmosfera. Isso faz com que ele atinja o solo mais fragmentado e com menor velocidade. A partir daí, há estudos matemáticos que fazem a relação direta entre o diâmetro da cratera com sua profundidade (largura e profundidade do buraco causado pelo impacto do meteorito no solo). Uma vez que a Lua não tem atmosfera, o esperado é que as crateras lunares fossem muito mais profundas e avassaladoras do que as da Terra. Porém, surpreendentemente ocorre o contrário. Lá, os impactos são imensamente “menores”. E por qual motivo isso acontece? Descobriu-se que o material com que a superfície da Lua é formado é tão extraordinariamente resistente que crateras com mais de 290 km de diâmetro não ultrapassam 6,5km de profundidade. Se a Lua fosse um pedaço de rocha homogêneo, estes buracos deveriam ser ao menos 4 ou 5 vezes maiores. Como se isso não bastasse, o solo das crateras, ao invés de serem côncavos, são geralmente planos ou convexos, o que confirma esta enorme “resistência” do solo lunar. Só neste fato existem dois grandes mistérios: a confirmação de que a Lua não é homogênea e a observação de que sua verdadeira composição é um verdadeiro mistério. Mikhail Vasin e Alexandre Shcervakov propuseram com base em uma série de estudos, que a crosta da Lua seria protegida por uma inexplicável camada de Titânio, que estaria homogeneamente espalhada a uns 32 km de profundidade. Ou seja, o centro da Lua que seria oco, é ainda protegido do impacto de meteoros ou bombas por uma impenetrável camada de um material incrivelmente resistente. Alguma semelhança com o que seria esperado de uma “estação espacial” com tecnologia extremamente avançada? Pois certamente, nenhuma semelhança guarda com o que se esperaria de um satélite “natural”. Não por acaso que Dr. Robert Jastrow, o primeiro presidente da comissão da Exploração Lunar da NASA, também afirmou que “a Lua de fato pode ser um satélite artificial, criado por alguma “inteligência desconhecida”. 3) METAIS DA SUPERFÍCIE MAIS PESADOS QUE OS DO CENTRO: A Geologia ensina que os objetos mais pesados afundam e os menos pesados ficam mais para a superfície. Porém, contrariando também esta regra básica, na Lua acontece o oposto. Tanto as constatações diretas (amostras recolhidas) quanto as matemáticas, demonstram que os metais existentes na superfície da Lua são mais pesados do que os do centro. Na Lua, enquanto sua superfície é composta 80% por titânio, o seu centro é mais sutil ou oco. Isso não faz nenhum sentido! Como disse D. L. Anderson, professor de Geofísica e diretor do laboratório sismológico do Instituto de Technologia da California: “A Lua é feita ao avesso. A composição de seu centro e de sua superfície deveriam ser exatamente ao contrário”. Curioso observar-se, ainda, que não existe essa quantidade de Titânio no planeta Terra inteiro! Seria mais uma evidência de estarmos tratando de uma espaçonave, inteligentemente construída com esse propósito? 4) A LUA TEM ELEMENTOS QUE NÃO DEVERIAM ESTAR LÁ: Mikhail Vasin e Alexandre Shcervakov, da Academia Soviética e ciência, chegaram até a escrever um artigo denominado: “A lua é uma criação de Extraterrestres Inteligentes?” Tão arriscado “tema” para pessoas do mundo científico não era sem razão. Entre diversas outras coisas, eles questionavam a absoluta estranheza da existência de certos materiais na Lua como: titânio (como a Lua poderia ser tão dura e conter uma taxa de titânio tão elevada?), Latão (que é conhecidamente um metal “processado”); Urânio 236 e 237 Neptunium (que NUNCA foram encontrados naturalmente. O urânio 236 é um tipo de rejeito nuclear radioativo e o neptunium 237 é radioativo e subproduto de reatores nucleares e da produção de plutônio). Igualmente curioso, que o titânio da Lua (que por si só já não deveria existir nestas assombrosas quantidades) é dez vezes mais rico do que o Titânio encontrado no planeta Terra De onde então vieram estes elementos lunares? Dr. Harold Urey (Prêmio Nobel de Química) desabafou: “Estou absolutamente pasmo com as rochas da Lua, em particular seu conteúdo de Titânio”. 5) INEXPLICADA ORIGEM DA LUA: É possível que o Homem não tenha descoberto até hoje de ONDE veio a Lua? A resposta é um sonoro SIM. Não apenas é possível como isto é um fato. A própria origem da Lua permanece até hoje um grande mistério. Afinal , se ela é um corpo natural, de ONDE ela veio? Existem 3 teorias clássicas que tentam explicar sua origem. Porém, curiosamente nenhuma delas é minimamente satisfatória, o que deixa os cientistas sem uma resposta unânime até os presentes dias. Essas 3 teorias seriam: i) a Lua era uma parte da Terra que se soltou por decorrência de um grande impacto. Porém, se a Lua tivesse a mesma origem da Terra, seria IMPOSSÍVEL ela ter uma composição tão diferente da terrestre. Como visto, a lua é composta por metais e elementos que não são encontrados naturalmente na Terra, ou que, se o são, são em índices infinitamente inferiores. ii) a Lua teria sido formada ao mesmo tempo que a Terra pela mesma nebulosa primordial. Neste caso, o problema seria exatamente o mesmo da primeira teoria. As composições químicas destes dois corpos celestes precisariam ser semelhantes, o que não são, iii) a Lua estaria vagando pelo espaço e, em determinado momento, teria sido atraída pela gravidade da Terra. O problema desta teoria é matemático. A chance disso acontecer, em especial com um satélite que tem um tamanho de ¼ do da Terra, e ainda criar uma órbita circular (e não bastante elíptica ou excêntrica) é praticamente nula. Como ressaltou Isaac Asimov: “Ela (a Lua) é grande demais para ter sido (gravitacionalmente) capturada pela Terra. As chances dessa captura ter ocorrido e de que a Lua em seguida tenha tomado uma órbita quase circular ao redor da Terra é pequena demais para sequer ser considerada”. Então, de ONDE veio a Lua? As palavras de Irwin Shapiro (Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics), demonstram bem esta inconformidade: “A melhor explicação para a Lua é um erro de observação. A Lua Não existe… Ela é tão extraordinária que todas as explicações para sua presença são tão frágeis e complicadas que nenhuma delas pode ser minimamente considerada”. Na mesma linha segue Robin Brett, respeitável cientista da NASA, ao afirmar que “parece mais fácil explicar a não existência da Lua do que a sua Existência.” Percebe-se portanto, que não é por acaso, nem por falta de evidências, que a quarta teoria sobre a origem da Lua, qual seja, a de que ela teria sido colocada na órbita da Terra de forma inteligente, está sendo a cada dia mais acatada e respeitada por cientistas ao redor de todo o mundo. 6) A LUA É MAIS VELHA DO QUE A TERRA: Como visto, não se sabe de onde a Lua veio e nem como ela entrou na órbita terrestre. Porém, datações de carbono demonstram, contra todas as expectativas, que enquanto a Terra tem 4,6 bilhões de anos, a Lua teria 5,3 bilhões. Ou seja, ela JÁ EXISTIA em algum lugar do Universo 700mil anos antes da existência do próprio planeta Terra, e teria vindo para cá, não se sabe quando nem como. 7) A ÓRBITA DA LUA DESAFIA TODA LÓGICA CIENTÍFICA: Curiosamente, a Lua não gira como um corpo celeste natural. Ela é o único satélite conhecido que tem uma órbita perfeitamente estacionária e circular, girando assim de forma absolutamente diferente à esperada e observada em outras luas do sistema solar. O mais surpreendente, é que justamente por causa disso, ela gira na forma e velocidade EXATAS para acompanhar o movimento de translação terrestre, o que faz com que NUNCA possamos ver o seu Lado Oculto. Sim, pois desde que nascemos, só o que conseguimos ver é o MESMO lado da Lua, noite após noite, enquanto o seu lado “detrás”, chamado de Lado Oculto, permanece misterioso para qualquer ser humano que viva no planeta Terra. Seria de se esperar que, ainda que fossem poucos metros ao longo de décadas, a lua tivesse um giro ao menos levemente desassociado em relação ao da Terra, que fosse lentamente revelando esta face oculta. Mas não é o que acontece! De maneira inexorável, a Lua gira sempre EXATAMENTE na forma e velocidade necessárias para garantir que seu lado obscuro NUNCA se vire para o planeta Terra. A possibilidade matemática desta coincidência é virtualmente NULA. Neste cenário, se for trazido o elemento “inteligência” ao fato, ter-se-ia 100% de certeza de que algo esteja sendo escondido da humanidade no Lado Oculto da Lua. 8) CARACTERÍSTICAS GRAVITACIONAIS ANORMAIS: O centro gravitacional da Lua está 6000 pés mais perto da Terra do que o seu centro magnético. Esta discrepância é tão grande (daquilo que se esperaria) que os cientistas não conseguem explicar como a Lua consegue se manter nesta sua órbita perfeita sem alterações. Igualmente estranho, é que as características gravitacionais da Lua correspondem ao exato número para que ela não escape à gravidade da terra sendo aos poucos puxada pelo Sol, como seria o de se esperar com base na lei Gravitacional universal. Por fim, a expedição apolo VIII registrou que havia uma força gravitacional muito maior quando voavam perto das áreas oceânicas da Lua do que nas outras regiões, gerando “inconsistências gravitacionais”. Normalmente, a gravidade de um corpo celeste é distribuída de forma bem homogênea ao seu redor, não sendo porém o que acontece na Lua, o que demonstra que ela não é um corpo homogêneo em seu interior. 9) MARES LUNARES E CRATERAS COM ORIGEM INEXPLICADA: Evidências demonstram que algumas crateras da Lua foram criadas por procedimentos internos, ou seja, não teriam sido originadas por impactos de meteoritos, mas sim por movimentos tectônicos. Porém, o que chama atenção é que esta constatação contraria outra: a de que a Lua nunca foi quente suficiente para gerar vulcões. Nesta mesma contradição estão os mares lunares, que são gigantes extensões supostamente formadas por lava endurecida. Porém, como isso seria possível em um corpo celeste que “não tem lava em seu interior?” O Dr. S. Ross Taylor (geoquímico de analises químicas lunares) explica a impossibilidade dessa formação de maneira natural: “Se dissessem que uma região do tamanho do Texas teria de ser coberta com rocha derretida contendo fluido de Titânio, ninguém esperaria que fosse possível haver na Terra calor suficiente para isso acontecer. E ninguém nunca sequer insinuou que a Lua possa ser mais quente do que a Terra. O que então poderia distribuir Titânio deste jeito (na Lua)? Uma altamente avançada tecnologia desenvolvida e operada por entidades imensamente mais desenvolvida do que a humana”. 10) ROCHAS MAGNETIZADAS SEM CAMPO MAGNÉTICO: Outra característica que faz crer que a Lua foi “projetada” é a de que, embora não tenha um campo magnético próprio, as rochas lunares são magnetizadas. 11) ASSIMETRIA GEOGRÁFICA: No lado escuro da Lua (aquele que não pode ser visto da Terra) existem uma diversidade de montanhas e irregularidades geográficas. Porém, justamente na face visível da Lua, é que estão 80% das áreas oceânicas. Esta disparidade e coincidência intriga os cientistas. Mais uma vez, parece que por algum motivo proposital estas características entre os dois lados da Lua (o secreto e o não secreto) foram “preparadas”. PORQUE A LUA TERIA SIDO COLOCADA INTELIGENTEMENTE AO ENTORNO DA TERRA? Diante das desconcertantes evidências científicas, a pergunta natural que vem a mente é: por que então alguma inteligência superior teria colocado a Lua na órbita da terra? As respostas para isso são intermináveis, mas vale mencionarmos as mais comuns: i) Para proteger o Planeta Terra – a Lua funcionaria como um escudo, contra explosões solares, cataclismas cósmicos e muitos meteoros que impactariam nosso planeta se não tivessem antes sido atraídos pela Lua. ii) Para servir como um laboratório alienígena responsável pelo desenvolvimento da raça humana. A partir da base lunar, em especial com estruturas construídas ao lado oculto da Lua, seriam feitas observações de todas as naturezas, inclusive testes de DNA e desenvolvimento das espécies. Ao pensarmos em uma civilização controladora e manipuladora de DNAs, poderíamos ver Adão e Eva criados “à imagem e semelhança” do seu Criador direto. iii) Para permitir a Vida na Terra – O escritor britânico Christopher Knight comenta que não apenas a Lua é um objeto “impossível” de existir naturalmente com suas características, como ela gera vantagens exclusivas para os seres humanos, que teriam viabilizado nossa vida na Terra. A Lua agiria como um “estabilizador” perfeito para produzir as quatro estações do ano, para manter a água líquida em quase todo planeta, para regular fluxos internos do corpo humano, entre diversos outros fatores. Edgar Mitchell, astronauta que participou da missão Apollo 14, e o sexto homem a caminhar na Lua, disse em relação à possível participação de extraterrestres em nossas vidas: “depois de viajar pelo espaço, eu estou totalmente convencido de que alienígenas estão nos observando. Eu não sei quantos são, de onde nem como fazem isso, mas eles nos observam. Nós víamos estas naves o tempo todo”. PORQUE O HOMEM NÃO VOLTOU À LUA NOS ÚLTIMOS 45 ANOS? Esta é uma pergunta impossível de qualquer pessoa comum não se fazer. Afinal, com uma tecnologia já desenvolvida desde a década de 60, e com milhares e milhares de estudos pendentes em todas as esferas da ciência (gravitacional, magnética, sísmica, geológica, sustentabilidade, energética, cósmica, desenvolvimento de estações espaciais, colonização, biológica, etc) por que o Homem não voltou à Lua desde 1972?! Aquela geração que foi a Lua, com computadores cuja capacidade não extrapolavam uma atual calculadora de bolso, hoje já é falecida ou, os mais jovens de então, são no mínimo sexagenários. É crível dizer que todas as gerações seguintes não se interessaram em ir para Lua? Os novos cientistas não tiveram mais nada a acrescentar aos experimentos e evidências trazidas há quase meio século? Tal assertiva seria tão estúpida e inocente quanto dizer que o homem deveria ter deixado de utilizar e desenvolver seus aviões nos últimos 50 anos. Mas é claro que a atividade aérea continuou. E porque a atividade aeroespacial lunar parou? Temos de aceitar o fato de que o “abandono” das missões lunares não foi sem um ótimo motivo. Quando a presença do Homem na Lua começou a se tornar mais constante, e este começou o seu natural processo de “pesquisas”, caminhando sobre sua superfície, fotografando, recolhendo amostras, jogando módulos lunares contra o solo gerando impactos equivalente a bombas de TNT, e “mudando o status quo” de uma humanidade que não conseguia sair do solo terrestre, certamente algum tipo de “comunicação” com estes “donos” da Lua aconteceu, que acabou mudando nossa atitude. Extraoficialmente, afirmam que Armstrong teria dito que “nós fomos avisados para ficar fora (da Lua)”. Maurice Chatelain, ex-chefe do Sistema de Comunicações da NASA, confirmou detalhes como que “Armstrong de fato havia reportado ter visto OVNIs na beira de uma cratera (lunar). Isso era amplamente conhecido dentro da NASA” Fomos “gentilmente convidados” a nos retirar de lá? Governos teriam sido “avisados” para não mais retornarem ao nosso satelite? Ou será que as missões lunares continuam acontecendo até hoje, mas nos últimos 45 anos de forma altamente secreta por “incluírem” alguma forma de comunicação direta com alienígenas? O cientista da NASA Dr. Farouk El-Baz descreveu isso da melhor forma quando afimou: “Nem toda descoberta foi anunciada ao público”. Uma coisa não podemos negar: termos sido intimados a não voltar, ou as missões espaciais terem continuado de forma secreta, são possibilidades que fazem muito mais sentido do que a primeira, a de que “simplesmente não fomos mais para a Lua por pura falta de interesse”. Que há algo não revelado nisso tudo, é ÓBVIO e EVIDENTE. Só não vê quem não quer. Não há sentido lógico, econômico, politico ou estratégico algum em estarmos simplesmente “ignorando a Lua”. O que então está nos impedindo de voltar lá? Ou o que faz as agências espaciais tornarem qualquer viagem à Lua um evento altamente secreto? No final de tudo, é curioso como que a extravagante teoria de que a Lua seria uma “nave-mãe” trazida ao planeta Terra há milhares de anos por uma inteligência superior é a única que, até o presente momento, explica perfeitamente todas as “estranhezas” lunares. E você? Como enxerga a Lua? Autor: Daniel Kaltenbach Fonte Mais um post by: UFOS ONLINE Veja o Vídeo Abaixo: Fonte:Conspirações Ocultas
Fonte: http://ufosonline.blogspot.com.br/

Misteriosa “SOMBRA” Observada na Superfície da Terra!! Cientistas do Mundo estão tentando dar uma EXPLICAÇÃO?? (VÍDEO)

Written by jpsouza. Posted in Sem categoria

Conforme relatado pelo jornal russo Notícias Sputnik, a atenção dos cientistas de todo o mundo se concentra por um misterioso evento capturado por um satélite japonês e difundido nos meios de comunicação com um vídeo onde você pode ver como a Terra é atravessada por uma Gigantesca “SOMBRA MISTERIOSA” O vídeo foi feito pelo satélite meteorológico japonês Himawari-8, que está em órbita geoestacionária, a uma altitude de 35,791 metros acima da superfície do nosso planeta.
Os especialistas foram capazes de determinar rapidamente a origem da mancha escura. No vídeo de cinco segundos acelerados é mostrada uma rotação completa do nosso planeta em torno de seu eixo e pode-se observar como a sombra é exibida por rolagem de um lado do planeta. De acordo com cientistas no vídeo podemos ver como que a Terra é iluminada de slides a sombra da Lua e o reflexo do sol.
Alguns ufólogos e teóricos da conspiração estão convencidos de que essa sombra é os “sinais de mudança” na Terra, profetizando eventos também em Crop circles que apareceram recentemente em Wiltshire (Reino Unido). No entanto, os meios de comunicação foram rápidos em atribuir a origem da sombra há uma nave alienígena, alguns relatam que “os cientistas ainda estão tentando detectar a sua origem.” Fonte Mais um post by: UFOS ONLINE  Veja o Vídeo Abaixo: Fonte:APOD Videos
Fonte: http://ufosonline.blogspot.com.br/